A história

Kenosha AK-190 - História

Kenosha AK-190 - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Kenosha

Um condado em Wisconsin.

Kenosha (ScStr) foi renomeado para Plymouth (q.v.) em 15 de maio de 1869.

(AK-190: dp. 7.450; 1. 338'7 ''; b. 50 '; dr. 21'1 "; s. 12 k. Cpl. 85; a. 1 3' ', 6 20 mm .; el . Alamosa)

Kenosha (AK-190) foi lançado em 25 de agosto de 1944 por Walter Butler Shipbuilding Co., Superior, Wisconsin, sob um contrato da Comissão Marítima; patrocinado pela Srta. Marion Crowley; adquirido pela Marinha I de agosto de 1945; e comissionado em 7 de setembro de 1945, o tenente S. Bernsen no comando.

Depois de ser retirado de Galveston, Texas, Kenosha chegou a Gulfport, Mississippi, em 19 de outubro para carregar carga para as Marianas. O navio de carga partiu de Gulfport em 25 de novembro, desobstruiu o Canal do Panamá e chegou a Guam via Pearl Harbor em 10 de janeiro de 1946. Após descarregar sua carga, ela embarcou para os fuzileiros navais e navegou para a costa leste, chegando a Lynnhaven Roads, Virgínia, 7 de março . Em 3 de abril, Kenosha chegou a Baltimore e desativou lá em 16 de abril de 1946. Ela foi devolvida a uma empresa de navegação norueguesa em 1947, e rebatizada de Rio Dale. Ela foi renomeada para Torian em 1959.


História do Departamento

1841 - A cidade era conhecida como Vila de Southport. A população era 642. As ruas e rodovias eram pistas de lama no tempo chuvoso. Registros mostram que o primeiro "Marshall" foi Waters Townslee.

1850 - Southport mudou para Kenosha, com um Condestável. A cidade de Kenosha foi incorporada.

1880 - População 5.039 com dois policiais, um dia e um noturno. Seu dever era abastecer os quatro lampiões de querosene em Kenosha.

1890 - População 6.532, cinco oficiais no departamento. Jobs era estritamente político. Função pública no ano de 1907. Comunicações, "Roundsmen", viajavam em bicicletas entregando mensagens do quartel-general aos oficiais que caminhavam em sua ronda. O salário da polícia aumentou para US $ 55 por mês. A grande novidade foi que a cidade decidiu que a polícia deveria ter uniformes, mas eles próprios teriam de pagar por eles. A cidade compraria o outro equipamento e ele permaneceria como propriedade da cidade. O conselho também votou dar a eles US $ 20 por peça para comprar um sobretudo.

1903 - Foi criada a Comissão de Polícia e Bombeiros

1910 - População 21.371, treze oficiais do departamento. Casa localizada acima do Corpo de Bombeiros no centro da cidade. Duas carroças de patrulha a cavalo. O chefe de polícia tinha seu próprio cavalo e charrete. Central telefônica na delegacia e cabines policiais foram instaladas.

1913 - O vagão de patrulha motorizado foi colocado em serviço. 12 de outubro, a polícia recebeu sua primeira chamada de ambulância. Um homem foi atropelado por uma motocicleta. Eles eram capazes de exceder 45 mph.

1920 - Sistema de recall, luzes e sinos instalados.

1923 - A primeira policial foi contratada. Carroça de patrulha motorizada, três carros de turismo e cinco motocicletas. Especialista em identificação contratado, milhares de impressos e fotografias tiradas no primeiro ano.

1925 - O Departamento de Polícia mudou temporariamente para a esquina da 8ª Avenida com a Rua 56.

1930 - População 50.262, setenta e três homens, duas mulheres servidas no departamento de polícia.

1934 - Dias John Dillinger, Departamento de Polícia adquiriu um carro blindado. Em segundo lugar para Milwaukee em uma comunicação de rádio de sentido único.

1957 - 91 policiais designados para o Departamento de Polícia de Kenosha

1958 - Primeira conexão de teletipo e polígrafo ou detector de mentiras

1962 - 105 oficiais e 4 civis

1965 - 115 policiais e 15 trabalhadores civis. Acompanhando o aumento no número de policiais, a aplicação da lei em Kenosha avançou muito rapidamente no campo das Ciências da Aplicação da Lei.

1968 - A Unidade Canina começou com 3 cães atribuídos ao 3º turno

1979 - 153 oficiais e 29 civis.

1982 - Mudança para o novo Prédio de Segurança Pública na 1000 55th Street.

1986 - Juntou-se à comunidade para começar Kenosha Area Crime Stoppers

1992 - 163 oficiais e 12 civis.

1994 - 168 oficiais e 12 civis.

1996 - População 85.685, 172 oficiais e 12 civis. Em computadores de automóveis instalados.

1998 - População 87.000, primeiro sistema poligrafo computadorizado. 99,9% preciso, unidade de bicicleta iniciada

2000 - População 88.000, 180 oficiais, completou novo sistema de rede em todo o departamento

2004 - Primeiros sistemas digitais de vídeo de esquadrão instalados em 31 carros de patrulha. Os oficiais começam a carregar dispositivos de controle eletrônico TASER. População 92.000

2005 - O sistema de rádio digital foi ao ar, primeiro sistema de rádio digital P25 em Wisconsin

2006 - Sistema de vídeo digital instalado em todas as salas de entrevista

2008 - Lançado o Kenosha's Most Wanted no site KPD, população de 96.000, unidade canina composta por 2 cães com financiamento da comunidade

2010 - Renovação completa do departamento de polícia com novo saguão frontal, operações de patrulha, escritório de detetives e ala administrativa

2013 - Primeira compra de carros de patrulha Ford Interceptor, lentamente eliminando esquadrões Chevrolet Impala


Coleção de slides da lanterna C.E. Dewey da Sociedade Histórica do Condado de Kenosha

A coleção C.E. Dewey é composta por 1.232 lâminas de lanterna de vidro. Cortland Ernest Dewey coletou fotografias, imagens, desenhos e mapas do condado de Kenosha e também forneceu descrições detalhadas desses materiais de antigos colonos, seus descendentes e histórias de notícias. Em 1933, as imagens compiladas por C.E. Dewey foram o estímulo para um projeto cooperativo entre a Sociedade Histórica do Condado de Kenosha, Sr. Dewey, e a Divisão de Extensão da Universidade da Universidade de Wisconsin em Madison. A Extensão Universitária recebeu o empréstimo e o uso dessas valiosas fotos regionais para fins de duplicação.

Cortland Ernest Dewey nasceu no município de Paris, no condado de Kenosha, em 21 de março de 1861, filho do Sr. e da Sra. Cortland A. Dewey. Em 1868, seus pais se mudaram para a cidade de Kenosha, onde seu pai estabeleceu uma empresa de hardware. Ele foi educado nas escolas primárias e secundárias de Kenosha. Aos dezessete anos, ele entrou no negócio de hardware com seu pai. Ele estava ativamente envolvido na Dewey Hardware Company, um marco no centro da cidade de 1878 a 1938. O negócio estava localizado na esquina noroeste da Park (57th Street) e Main Streets (6th Avenue).

Na década de 1890, o Sr. Dewey adicionou um departamento da Eastman Kodak Company à loja de ferragens. Ele fornecia materiais fotográficos tanto para profissionais como para amadores e também era um fotógrafo ávido. Este departamento de fotografia foi significativo porque permitiu ao Sr. Dewey estabelecer contatos para adquirir fotografias dos moradores. Ele era um membro do antigo bombeiro voluntário conhecido como Gem Hose Company, serviu na Assembleia do Estado de Wisconsin, foi presidente do Conselho Cívico de Kenosha e um membro de longa data do Elks Lodge. Líder em atividades comunitárias, o Sr. Dewey era conhecido por seus interesses na Sociedade Histórica do Condado de Kenosha, uma organização da qual serviu como presidente de 1933 até sua morte em 1945.


História

Como os atuais paroquianos da Igreja de São Pedro & # 8217s comemoram o aniversário do centenário, somos gratos a Deus Todo-Poderoso e aos nossos antepassados ​​lituanos, que como imigrantes, vieram para a América e estabeleceram esta paróquia em 30 de julho de 1903.

No ano de 1898, dois grupos de imigrantes, um lituano e um polonês, se encontraram para formar a Sociedade Benevolente Lituana-Polonesa Católica Romana St. Casimir & # 8217s e receberam uma carta estatal no outono de 1898. Ambos os grupos cresceram rapidamente e cada um queria manter seu próprio grupo e, em 8 de março de 1900, o grupo adotou o nome de Sociedade Benevolente Católica Lituana de São Pedro & # 8217s, com missa e reuniões realizadas na Igreja Católica de São Jorge & # 8217s.

Uma reunião de incorporação foi realizada em 30 de julho de 1903 por mais de cem lituanos que formaram a Paróquia da Assunção da Virgem Maria, com cultos realizados alternadamente entre as igrejas de São Jorge e São Casimiro. Cerca de um ano depois, o nome foi alterado para St. Peter & # 8217s Parish. Mesmo que a terceira geração de lituanos americanos não seja capaz de falar a língua, eles se orgulham da herança trazida por seus avós e mantida ativa por seus próprios pais!

Surgiu a oportunidade de comprar um layout de edifícios para uma igreja, escola, convento e reitoria da Congregação Luterana de Frieden & # 8217s, localizada na 51st St. entre 7th e 8th Avenue, em 21 de abril de 1908 por $ 24.500. A primeira Santa Missa foi celebrada em 26 de abril, e a paróquia recebeu então seu primeiro sacerdote permanente, o recém-ordenado Rev. José Klonauskas. A Sociedade São Francisco de 3ª Ordem foi organizada em 6 de fevereiro de 1923 e originalmente doou o enorme crucifixo da missão, sobre o altar-mor da atual igreja. Os Padres Marianos da Província de St. Casimir de Chicago, IL, começaram sua administração em St. Peter & # 8217s com o Rev. L. Draugelis, M.I.C. em 1926.

o Jubileu de Ouro foi comemorado no domingo, 24 de maio de 1953, às 9h30. Solene Missa Solene de Ação de Graças presidida pelo Bispo Auxiliar Roman Atkielski, Celebrante Rev. Anthony Miciunas, MIC, com Rev. Jos. Pauliukonis, MIC e Rev. Peter Grabauskas, padre filho da paróquia, e homilia do Rev. M. Urbonavicius, MIC. & # 8220Exultate Deo & # 8221 Missa foi cantada pelo coro St. Peter & # 8217s dirigido por Frank Bujan. A 17:00 Banquete, programa e dança foram realizados no Polonia Hall (esquina da 50th St. e 7th Ave.)

Em julho de 1953, um evento inédito no antigo terreno da paróquia foi levado por uma Igreja Católica para arrecadar fundos. Incluído estava & # 8220carnival & # 8221 com passeios e & # 8220 jogos de azar & # 8221 (por uma empresa de viagens). Com paroquianos encarregados da venda de ingressos para passeios e estandes, foi um grande sucesso, mas um trabalho exaustivo de 5 dias! Este foi o começo do nosso Festival Anual de Verão da Paróquia. O nosso festival de verão tem tido muito sucesso na obtenção de receitas para a nossa freguesia, bem como na diversão e na recordação dos festejos. O festival é popularmente conhecido pela Missa da Polka e pela comida lituana, como Kugelis (assar batata ralada), Virtnei (bolinhos), Kilbasa (salsicha) e Kopustai (chucrute).

Os paroquianos de St. Peter & # 8217s sempre foram generosos com doações para atender às necessidades de manutenção e reparo dos edifícios. A primeira campanha para um apelo de necessidades financeiras de $ 60.000 foi feita em 1955 sob o pe. Anthony Miciunas. O dinheiro foi usado para atender a cota de US $ 24.200 para construir a Escola Secundária St. Joseph & # 8217s e para ajudar nas necessidades da paróquia. St.Peter & # 8217s foi a primeira paróquia a pagar sua cota!

Fr. Michael Urbonavicius, pároco, convocou uma reunião paroquial em 27 de março de 1960 para votar se permaneceria no local antigo e construiria adições aos prédios antigos - esses planos foram rejeitados pela maioria.

O novo pastor, pe. Anthony Miciunas, que serviu de 1960-63, enviou questionários a cada paroquiano sobre o futuro status de nossa paróquia quanto às realocações da Paróquia de São Pedro & # 8217s. Planos futuros de crescimento lideraram o projeto de realocação. Servindo como pastor na antiga e na nova paróquia (1963-66), o Rev. Vincent Andriuska anunciou o início de uma coleta mensal de $ 5 em cada primeiro domingo para um & # 8220 fundo especial para construção. & # 8221

As organizações foram convidadas a patrocinar projetos para arrecadar fundos. Comitês foram organizados para formular planos necessários para conduzir a campanha de construção e financeira. Em 1964, visitas paroquiais foram feitas para arrecadar $ 150.000 em promessas de Memoriais para vitrais ($ 800), bancos de igreja ($ 200), estação da cruz ($ 40) e participação em um & # 8220Plano de Compartilhamento Justo. & # 8221 Orações especiais foram oferecido ao Menino Jesus de Praga, que ainda hoje temos no altar, para nos ajudar nas nossas dificuldades financeiras.

Os planos de construção foram aprovados em junho de 1964 pelo arcebispo Cousins ​​pelo custo de US $ 550.000. A inauguração ocorreu no domingo, 30 de agosto, às 16h00. com o Bispo Vincent Brizgys oficiando seguido pelos Serviços de Benedição e recepção no antigo salão. O custo totalizou mais de $ 635.000! Henry Slaby de Milwaukee foi o arquiteto com a construção da Ray Camosy Company.

No domingo, 31 de outubro de 1965 às 15h00 a Bênção da Pedra Angular com os Serviços de Benção aconteceu, seguida por uma & # 8220Open House & # 8221 do prédio da paróquia e recepção. A dedicação dos edifícios St. Peter & # 8217s ocorreu em 24 de abril de 1966 às 12h05. Missa seguida de banquete presidido pelo Arcebispo Cousins.

Aqueles que vieram para a nova igreja se sentiram muito à vontade ao ver que os belos altares, estátuas e órgão foram transferidos da velha igreja. Tínhamos nos juntado aos novos paroquianos para trabalhar juntos como uma família verdadeiramente cristã no crescimento da Paróquia de São Pedro e nº 8217.

O primeiro casamento na nova paróquia aconteceu no dia 10 de outubro de 1965 às 11 horas. A primeira Confirmação ocorreu em 22 de maio de 1966 às 14 horas. na nova igreja.

Em fevereiro de 1966, a dívida paroquial era de $ 469.000 e em 1967 era de $ 450.000.

O Festival da Paróquia de Junho de 1969 e o Bazar Anual de Outubro não puderam ser realizados devido a uma reclamação de & # 8220cidadão & # 8217s por sorteio. & # 8221 A paróquia estava em dívida com $ 400.000. Os paroquianos se reuniram doando as vendas antecipadas dos livros da rifa!

A missa noturna de sábado, 8 de novembro de 1969, começou a cumprir a obrigação do domingo na igreja de São Pedro & # 8217s.

A paróquia celebrou o 30º aniversário da ordenação de pe. Stanley Saplis, MIC, no domingo, 4 de agosto de 1974 às 16h00 Missa e jantar no Maplecrest Country Club.

Para os surdos e deficientes auditivos em nossa cidade, Ir. Frances, OSF, iniciou uma missa em língua de sinais em 1976.

o Jubileu de Diamante a celebração começou no sábado, 22 de abril de 1978, com um jantar dançante no Eagles Grand Ballroom. O Arcebispo Rembert Weakland celebrou às 15h00. missa no domingo, 23 de abril, em comemoração ao Jubileu. Rev. Stanley Saplis e Fr. Jerome Zalonis, junto com ex-pastores, concelebraram a missa.

História da Paróquia 1978-2003. A base dos eventos e atividades dos últimos setenta e cinco anos é nossa fé, ideais elevados e compromisso com os valores católicos. Tudo isso foi amplamente demonstrado pelas muitas mudanças através das decisões e eventos do paroquiano ativo & # 8217s desde a 75ª comemoração e história da Paróquia de São Pedro & # 8217s.

A antiga Junta de Freguesia foi substituída por um Conselho paroquial e suas comissões em novembro de 1979. A Comissão Paroquial foi instituída comissões permanentes. Eles eram Oração e Adoração, Formação Cristã, Preocupações Humanas e Serviços Administrativos / Financeiros. Cada um desses comitês tem um presidente e um representante do Conselho em suas reuniões.

Michael Witkauskas foi ordenado diácono permanente por São Pedro & # 8217s em 13 de junho de 1981 na Catedral.

Nosso órgão de 100 anos começou a falhar e muitos dólares foram gastos tentando consertá-lo e mantê-lo. Quando parou várias vezes durante a missa em 1985, era hora de considerar uma substituição. A partir de julho de 1985, iniciou-se o trabalho de elaboração de um plano de substituição de nosso órgão. Depois de muitos meses de discussões, uma campanha pelo Fundo de Órgãos começou. O representante da Paróquia de St. Peter & # 8217s começou a visitar paróquias e companhias de órgãos em Illinois e Wisconsin para determinar que tipo de órgão seria melhor para nossa igreja. Em 29 de setembro de 1987, o Rev. Anthony Miciunas, MIC, chegou como nosso novo pastor. No mês seguinte, pe. Anthony foi apresentado com nossos planos para um novo órgão. Um Comitê Diretor de Fundo de Órgãos foi formada e logo uma carta de apelo para doações foi enviada a todos os paroquianos e organizações, bem como contatos sendo feitos com empresas e indústrias locais.

Em 31 de agosto de 1990, o Rev. Daniel Cambra, MIC, foi empossado como pastor pelo Bispo Brust com uma bela cerimônia na missa das 9h30. Também naquele ano, o Padre Dan anunciou que tínhamos 656 famílias registradas com 58 novas famílias acolhidas .

Por muitos anos, Comitê de Oração e Adoração era conhecido como o Comitê de Liturgia. Este grupo é muito ativo na paróquia, organizando e planejando um calendário litúrgico, planejando muitas celebrações paroquiais e organizando a decoração da nossa igreja.

O Programa de Enriquecimento de Engajamento é conduzido 1-3 vezes por ano na St. Peter & # 8217s. O atendimento é geralmente de 30-40 casais. As apresentações abordam problemas comuns que os casais enfrentam, como sogros, dois casamentos profissionais, criação dos filhos e orçamento.

Em 1980, as paróquias começaram a se reunir para discutir como implementar o Renovar programa. Em novembro, o bispo Richard Sklba, da Arquidiocese, veio falar sobre a & # 8220 Visão para a Igreja dos anos 80. & # 8221 A seção sudeste de Wisconsin de Renew realizou uma noite de oração em St. George para organizar pequenos grupos Renew dentro de St. Paróquia de Peter & # 8217s. Em agosto de 1982, 9 pequenos grupos totalizando 95 pessoas se inscreveram para participar por seis semanas. Como parte da reunião do grupo Renovar, uma instituição de caridade foi escolhida para apoiar a nossa paróquia. o Cozinha de sopa, que se reuniu pela primeira vez no German American Home na 52nd St, foi escolhido, e os paroquianos de St. Peter & # 8217s prepararam comida e a entregaram para aqueles que vieram para a casa. Com a necessidade de expandir o projeto em 1983, as igrejas inter-religiosas começaram lentamente a se voluntariar para preparar e servir comida aos necessitados na Deming School (17th Ave. e 62nd St.). Há alguns anos, o edifício foi reformado e renomeado como & # 8220Shalom Center.& # 8221 St. Peter & # 8217s continua a apoiar o Shalom Center hoje com voluntários e doações. Renew foi reintroduzido em 1997 como o Renovar 2000 série para grupos de estudo espiritual. Foi planejado como um meio de aprender e compartilhar nossa fé e discutir como essas sessões influenciam nossa vida.

Magnificamente Maduro O grupo foi formado em abril de 1987. Atualmente, o grupo se reúne na segunda segunda-feira de cada mês com almoço sendo servido, bingo ou baralho, e confraternização ou escuta de programa informativo / palestrante aproveita a tarde. A frequência atual é de cerca de 35 a 40.

O Programa Scrip começou em 1994. O programa atua como um esforço de arrecadação de fundos para a nossa paróquia através da compra de certificados de loja pré-pagos. Este programa de sucesso, executado por voluntários, gerou doações significativas para nossa igreja e escola.

O Comitê de Preocupações Humanas foi organizada em 1981 e continua a servir a paróquia e a comunidade local. Visitar paroquianos enfermos em casa e lares de idosos, organizar grupos de oração com intenções especiais, recolhendo e distribuindo alimentos para os necessitados, são algumas das obras deste grupo. Recentemente, durante as épocas do Natal e da Páscoa, as flores foram entregues a asilos e reclusos de nossa paróquia. Doações de alimentos e o & # 8220Árvore de Compartilhamento& # 8221 presentes foram dados a famílias necessitadas durante a temporada de férias. Os mantimentos doados no saguão da igreja e no carrinho de # 8217s são entregues no Shalom Center. O comitê arrecada receitas com a venda de café, donuts e pãezinhos doces no domingo após as missas, conhecido há anos como o & # 8220Koffee Klatch.The Inns Project foi iniciado há cerca de 10 anos com vários voluntários representando St. Peter & # 8217s. As hospedarias acontecem todas as noites da semana em diferentes igrejas e fornecem abrigo para os desabrigados. Os voluntários montam as esteiras, ajudam na limpeza e servem a comida.

o Holy Name Society & # 8217s começou em 1930, e foi formada pelos homens da paróquia de São Pedro & # 8217s para apoiar a igreja e suas atividades. O nome foi alterado para St. Peter & # 8217s Masculino e # 8217s Clube em 20 de setembro de 1970. Este clube se destacou na manutenção da reforma dos prédios da paróquia e foi muito generoso por meio de atividades paroquiais patrocinadas e ajuda financeira. Dissolveu-se por volta de 1987. St. Peter & # 8217s Catholic Women & # 8217s League foi organizada em 26 de setembro de 1945. Seu objetivo era ajudar o clero e as freiras na igreja e no trabalho escolar. Por meio de esforços de arrecadação de fundos, a Liga das Mulheres comprou o oak & # 8220sedelia & # 8221 em 1950 e a Manjedoura de Natal em 1972. Os eventos contínuos de arrecadação de fundos ajudam a apoiar nossa paróquia hoje. Atualmente, são 96 membros.

Sem dúvida, uma das maiores Bênçãos de Deus derramadas sobre a paróquia de São Pedro & # 8217 é sua escola paroquial. Apesar do número limitado de paroquianos e de recursos, a paróquia de São Pedro & # 8217s conseguiu iniciar sua escola cedo e tem progredido desde então. St. Peter & # 8217s school foi inaugurada em setembro de 1915 com seis séries, e a primeira turma de graduação saiu em 1917. Por causa da escassez de freiras lituanas, as primeiras professoras na St.Peter & # 8217s foram as Irmãs Escolares de Notre Dame. As Irmãs de São Francisco vieram para St.Peter & # 8217s em 1945. St. Peter & # 8217s Home and School Association foi organizado em 17 de novembro de 1949 e continua até hoje como grupo de apoio à escola e seus professores. Por meio dos esforços de seus membros, o dinheiro é arrecadado para compensar os custos associados à educação das crianças na Escola St. Peter & # 8217s.

O período letivo (1965-66), no novo prédio, foi inaugurado com cinco freiras e duas professoras leigas.

Irmã Assumpta, O.S.F., que passou dez anos consecutivos na St. Peter & # 8217s, fez a inscrição nas aulas de catecismo para crianças de escolas públicas. Em 1969, com o pedido de professores leigos para se voluntariarem para dar aulas de CCD, o número de matrículas escolares era de 174, em comparação com 226 no ano anterior.

Uma carta de Ir. Irene, OSF, foi enviada em 1978 para começar a procurar professores leigos, já que as freiras estariam deixando St. Peter & # 8217s em breve.

Duzentos e nove alunos foram matriculados na escola em março de 1975. Com o ano letivo de 77-78, a mensalidade para uma criança era de $ 175 $ 250 duas crianças $ 300 três crianças e a taxa do livro era de $ 35. A supervisão da lanchonete era de $ 10. Em 1987, havia 165 alunos com nove professores. Em 1991, tínhamos 62 alunos. Em 1997, 85 alunos foram matriculados.

Escotismo de São Pedro e # 8217s foi organizado pela primeira vez em St. Peter & # 8217s em maio de 1952 com a formação da Girl Scout Troop 82, seguida pela Boy Scout Troop 14, formada em janeiro de 1953. Os programas de escotismo continuam até hoje por meio dos esforços de líderes dedicados.

O primeiro Coro da Igreja de São Pedro e # 8217s de 19 membros foi organizado em 1907. Ao longo dos anos, esse grupo nos inspirou durante a missa e conduziu muitas outras funções, como Festivais e Concertos da Canção da Lituânia apresentados em Illinois e Wisconsin.

Em 27 de março de 1966, foi anunciado que & # 8220 todas as orações na missa seriam em inglês, & # 8221 hinários a serem usados ​​e os paroquianos encorajaram o uso da língua inglesa nos serviços religiosos, o Coro da Igreja foi dissolvido. Em julho de 1981, um coro de adultos foi organizado e cantou na missa das 11h. Este coro era formado por 22 membros e começou a usar as vestes doadas por um paroquiano anônimo.

A assinatura de cantores para deficientes auditivos começou em 2 de fevereiro de 1981 em nossa Igreja, e um Coral Infantil & # 8217s foi formado em setembro de 1984. Um dos favoritos foi durante o festival de nossa paróquia, a primeira missa da polca foi realizada no sábado, 2 de agosto de 1997, e continua até hoje.

Muitas melhorias foram feitas na nossa paróquia nos últimos anos, como a instalação do elevador para cadeiras de rodas em 1991, a construção do estacionamento sul em 1995-96 e a reforma da igreja em 1997 com a remoção do altar e bancos de & # 8220old & # 8221 St. Peter & # 8217s sendo substituídos por altar e bancos doados pela St. Lucy & # 8217s, bem como a instalação de carpetes na igreja. As melhorias mais recentes incluem a substituição da garagem por $ 10.500 pela D&D Construction Co. (& # 821797) e a reconstrução de todos os edifícios com ventiladores adicionais (1998), custando mais de $ 200.000. O telhado da nova igreja incluía uma torre e uma cruz doada. Para ajudar a pagar o custo do novo telhado, um & # 8220 especialLevante a rifa de telhado& # 8221 foi realizado e $ 35.000 foram arrecadados por meio dos esforços de nossos paroquianos. Na primavera de 2002, os sinos Carillon foram comprados e instalados por meio de uma generosa doação. Uma nova placa para a igreja foi instalada em 2003.

O Rev. Daniel Cambra, MIC, tinha um talento dado por Deus para belas homilias espirituais e uma risada contagiante que deixava as pessoas à vontade. A & # 8220shaker and mover & # 8221 por onze anos como pastor em St. Peter & # 8217s, foi anunciado em novembro de 2000, que pe. Dan foi nomeado Diretor Vocacional da Ordem dos Padres Marianos e estaria deixando St. Peter & # 8217s.

Fr. Bill Hayward foi nomeado o novo pastor em St. Peter & # 8217s 1º de janeiro de 2001.

Rev. Bill Hayward, pastor, relatou no conselho paroquial de 9 de setembro de 2002 & Reunião Anual # 8217s este status paroquial: Paroquianos registrados & # 8211 2751 em 955 famílias 98 novas famílias registradas durante


História

1920: O Simmons Field foi inaugurado em Kenosha com capacidade para 7.000 lugares, devido à necessidade de um campo pela Simmons Bedding Company & # 039s time de beisebol & # 039s. O parque permitiu o crescimento da equipe Simmons Bedmakers da empresa e forneceu um local adequado para as rivalidades de beisebol florescentes da cidade. O 1919 Chicago White Sox & # 8212, o time mais tarde conhecido como Black Sox & # 8212, até fez planos para jogar contra o time dos Simmons durante o verão de 1920. No entanto, um incêndio destruiu a arquibancada de madeira na temporada inaugural do estádio & # 039. Rumores persistem até hoje de que membros da equipe rival da Nash Motor Company iniciaram o incêndio no Simmons Field.

1930: A arquibancada foi reconstruída após o incêndio em 1920.

1947: The Simmons Company vendeu o campo e Kenosha o disponibilizou para uso pelo time de beisebol profissional feminino da cidade, o Kenosha Comets, em 1948. The Comets, da All-American Girls Professional Baseball League (AAGPBL), a liga que ficou famoso em 1992 com o filme & quotA League of their Own & quot, jogou em Kenosha no Lakefront Stadium desde que a liga foi fundada em 1943. A equipe jogou no Simmons Field de 1948 até sua última temporada em 1951.

1950-1980: Nas décadas seguintes, o Simmons Field foi usado por pequenas ligas, ligas amadoras e para jogos de exibição. Jogadores de beisebol notáveis ​​para jogar no estádio incluíram Warren Spahn, Bob Feller e Satchel Paige. Durante esta época, o Kenosha Pirates, uma equipe semi-profissional local, também jogou no Simmons Field.

1984: Bob Lee, nativo de Kenosha e ex-arremessador da liga secundária, transformou o Simmons Field quando comprou a filial da Minnesota Twins Single-A Midwest League e mudou o time. A mudança proporcionou aproximadamente US $ 350.000 em melhorias para o Simmons Field, incluindo um novo clube, novos abrigos subterrâneos, nova cerca externa de madeira, novo placar eletrônico, instalações de concessão e arquibancadas de alumínio ao longo da terceira linha de base.

Os Kenosha Twins jogaram no Simmons Field por nove anos, ganhando dois campeonatos da Midwest League e produzindo mais de uma dúzia de jogadores da liga principal, incluindo quatro jogadores do time do Minnesota Twins 1991 World Championship. Essa equipe do Campeonato Mundial incluiu o Estreante do Ano da Liga Americana, Chuck Knoblauch, e o residente de longa data de Kenosha e ex-técnico da UW-Parkside, Jarvis Brown, que jogou pelos Kenosha Twins em 1987 e 1988. Atual Gerente do Kenosha Kingfish, Duffy Dyer, administrou a equipe em 1984 e 1985, vencendo o campeonato da liga do meio-oeste em 1985. O atual treinador-chefe de beisebol do Carthage College, Augie Schmidt, também jogou no Simmons pelo Twins em 1986, antes de se aposentar do beisebol profissional. Lee vendeu a equipe após a temporada de 1991 e uma nova propriedade mudou a equipe para Fort Wayne, Indiana, após a temporada de 1992.

O Kenosha Kings, uma equipe semi-profissional local, também fixou residência no Simmons Field em 1984. Os Kings competem atualmente na Wisconsin State League e venceram o campeonato da liga e rsquos em 2006. Os Kings estão atualmente na mais longa série de temporadas consecutivas de qualquer time para jogar no Simmons Field.

Década de 1990: Simmons Field era o lar de times amadores de talentos do ensino médio e universitário, bem como dos Kings. O time semi-profissional de Kenosha Chiefs, dirigido localmente, também foi o principal locatário do estádio e rsquos em 1993, e os Kenosha Kroakers do colegiado de verão Northwoods League chamaram Simmons de casa de 1994 a 1999.

1998: Os jogadores do Green Bay Packers também compareceram ao Simmons Field para um jogo de softball beneficente que também atraiu milhares de fãs.

1999: O grupo pop líder das paradas & # 039N Sync jogou um jogo de softball beneficente no Simmons para cerca de 2.800 fãs.

2000: Os jogadores da AAGPBL voltaram ao Simmons Field para uma reunião e dezenas de ex-jogadores dedicaram uma placa para comemorar a época da AAGPBL e rsquos em Kenosha. A placa Kenosha Comets permanece de pé em um campo histórico Simmons recentemente renovado hoje.

2003: Simmons Field era a casa do time profissional de beisebol Dubois County Dragons, da independente Frontier League, quando eles se mudaram e se tornaram os Kenosha Mammoths. No entanto, os Mammoths não conseguiram atrair grandes multidões e a equipe mudou-se novamente após uma temporada em Kenosha.

2007: O Departamento de Parques de Kenosha alugou o Campo Simmons para o Distrito Escolar Unificado de Kenosha (KUSD). A KUSD alugou o campo para a Kenosha Simmons Baseball Organization (KSBO), um grupo sem fins lucrativos que trabalha para atualizar e restaurar o estádio. As melhorias iniciais incluíram um campo interno reconstruído, que foi concluído no outono de 2007, e um novo placar eletrônico atrás do campo esquerdo. O estádio foi comprado pelo Kenosha Kingfish em 2013.

2008: A Liga de Beisebol Sênior Masculino e Rsquos (MSBL) de Kenosha organizou o Clássico do Hall da Fama Feminina e Rsquos de 2008. Este evento recebeu um grande contingente de jogadores da AAGPBL em uma rededicação do Campo Simmons ao beisebol feminino e masculino. O evento proporcionou às melhores jogadoras de beisebol do país a oportunidade de disputar posições na seleção americana que disputará os Jogos da Copa do Mundo de 2008 no Japão. O evento foi encerrado com um torneio internacional de beisebol feminino e rsquos com cinco times, apresentando o Aussie Hearts, o Chicago Pioneers, o Nashua Pride, o New England Red Sox e o Washington Stars. O torneio foi ganho pelo Aussie Hearts treinado pelo nativo de Kenosha, Rob Novotny.

2013: Simmons Field tornou-se recentemente a casa do Kenosha Kingfish, jogando sua primeira temporada no verão de 2014. O Kenosha Kingfish é um dos 18 times da Northwoods League, apresentando entretenimento ao estilo das ligas menores e os melhores jogadores de beisebol universitários de todo o país . O grupo de propriedade do Kenosha Kingfish também possui três outras equipes na Northwoods League, o Madison Mallards, o Wisconsin Rapids Rafters e o Green Bay Bullfrogs. Em parceria com a cidade de Kenosha, mais de $ 1 milhão foi investido para ajudar a restaurar o Campo Simmons de 83 anos. O estádio recém-reformado possui mais de 2.100 assentos na liga principal de Camden Yards, casa dos Baltimore Orioles. A nova instalação também possui várias áreas de hospitalidade corporativa, um deck para festas e uma área de estar no gramado de admissão geral. O Kenosha Kingfish teve sua estreia em casa na temporada inaugural no sábado, 31 de maio de 2014.

2014: A temporada inaugural foi nada menos que um sucesso para o Kenosha Kingfish. Eles terminaram por 41-30 no geral na temporada, conquistando o terceiro lugar na Divisão Sul, apenas meio jogo atrás do segundo lugar. O Kenosha e arredores abraçaram o Kingfish como nenhum outro, ajudando o Kingfish a ocupar o oitavo lugar no ranking nacional de participação por jogos nas ligas universitárias de verão. O Kingfish teve em média mais de 2.000 fãs por jogo.

Além do histórico Simons Field ser o lar do Kingfish, várias escolas de ensino médio, equipes recreativas e amadoras de beisebol, incluindo Kenosha Christian Life, St. Joseph High School, MSBL Kenosha, Kenosha Kings e Kenosha Merchants, todos jogam no campo como Nós vamos.

Apesar de suas mudanças ao longo dos anos, Simmons Field mantém seu toque clássico. The historic grandstand behind home plate looks much like it did during the days of the AAGPBL and still evokes memories of the baseball greats who played in front of it.

Kenosha Kingfish
7817 Sheridan Rd.
Kenosha, WI 53143
(262) 653-0900


Tensions Over Race and Policing in Kenosha, Wis., Began Long Before the Shooting of Jacob Blake

O n Sunday, when police in Kenosha, Wis., shot Jacob Blake several times in the back, the incident quickly became part of the long list of violent moments that have helped shape this year. Blake, a 29-year-old Black man, appeared about to enter a gray SUV in which his three children were sitting. Kenosha police have released few details about the event, but on Tuesday, the family&rsquos attorney, Benjamin Crump, tweeted that Blake was &ldquocurrently paralyzed from the waist down.&rdquo

As has been the case with a number of police shootings in recent months, a video of the event quickly spread online and prompted community members to take to the streets in Kenosha. Some initially peaceful demonstrations turned violent as law enforcement clashed with protesters. &ldquoIt has just been getting more and more tense with the police. They&rsquove been slightly more aggressive with us with each demonstration,&rdquo says Diamond Hartwell, 25, a Kenosha native and human rights activist.

Early on Wednesday, two people were killed during the ongoing unrest, Police said, in an episode that took place near a gas station where protesters and a group of armed men were arguing.

But the events of 2020 aren’t the only story of which Blake’s shooting is a part. What happened to Jacob Blake is also part of other long, troubling histories&mdashincluding those of race in Wisconsin and of police-community tensions in Kenosha specifically. And what protesters are taking to the streets to fight for, including accountability measures like body cameras and increased transparency from the police department, had been on the minds of many community members long before this year.

&ldquoMidwesterners don’t understand their history of racism, and so these things seem surprising. They seem to come out of nowhere or be new when they’re really a reflection of who we’ve always been,&rdquo says Christy Clark-Pujara, associate professor of history at the University of Wisconsin&ndashMadison&rsquos Department of Afro-American Studies. &ldquoIt’s not terribly surprising to me what happened in Kenosha.&rdquo

Wisconsin&rsquos history with race is complicated: Clark-Pujara describes the state as “racially progressive and oppressive at the same time.” Wisconsin was a place of refuge for many people who escaped slavery, who could find help getting to Canada from there, but the state also scrapped an early draft of its constitution that would have called for a referendum on Black male suffrage the version of the state constitution that passed in 1848 ended up allowing only white men to vote. “If you were trying to flee bondage and get through Wisconsin, you could find help. If you were trying to settle and live your life as a free Black person in Wisconsin, you were pushed to the margins,” says Clark-Pujara.

The number of people affected by that dynamic grew throughout the 19th and 20th centuries, especially as post-World War II job opportunities drew new Black residents to the state. Even so, as of 2019, the state’s population is overwhelmingly white.

A lack of understanding of this history, and of the ways in which white supremacy can be deeply rooted even in a region with a seemingly positive record on equality, has made the Midwest &ldquoa place of polite, passive-aggressive racism,&rdquo Clark-Pujara argues&mdashand, she says, that dynamic has contributed to the fact that “some of the worst disparities between white and Black people are in the Midwest.&rdquo

One report found that Midwestern states, including Wisconsin, made up 10 out of 11 of the states &ldquowith the largest ratio between black and white unemployment in 2017.&rdquo And five out of six of the country’s metropolitan regions where Black residents experience concentrated poverty at rates over 40%&mdasha measure of whether a large number of people in a certain area are poor&mdashare in the Midwest Milwaukee is among them. Kenosha, a city of 100,000 where Black residents represent 11.5% of the community, is halfway between Milwaukee and Chicago, two of the most segregated cities in the U.S.

And in some cases, the more recent versions of the forces that excluded Black people from the Wisconsin constitution were not “polite” or “passive-aggressive” at all.

&ldquoYou have this white supremacist contingent here in Kenosha, and for some reason, they feel very, very comfortable,&rdquo Dayvin Hallmon, a former Kenosha County Board Supervisor, tells TIME. For example, in 2016, a student at Kenosha’s Westosha Central High School dressed up as a Ku Klux Klan member for a class presentation. And last year, The Southern Poverty Law Center tracked 15 hate groups, including Neo-Nazi and white-nationalist organizations, with a presence in Wisconsin.

To Hallmon, these underlying currents of racism seemed to manifest, as they so often have in the U.S., in the relationship between the city’s Black population and its police force he says he recalls several incidents from his time there during which he felt that police were not looking out for Black people’s safety. (The Kenosha Police Department did not respond to requests for comment for this story.)

And tensions between Kenosha’s residents and its police have not been limited to the Black community. Notably, in 2004, 21-year-old Michael Bell Jr., who was white, was shot by police in front of his family, like Blake was. After a brief internal investigation of the incident absolved the officers, some in the community came to believe the police were trying to cover something up. Though the police department long stood by its officers in the case, Bell’s family later won a lawsuit against the city and helped push for a 2014 provision that changed the way deaths involving police are investigated in the state. &ldquoThat was one of the biggest things in recent times that majorly separated the public and the police department,&rdquo says Isaac Wallner, Kenosha resident and founder of the Human First Project, a grassroots advocacy group.

Incidents like these led to &ldquoa sense that something needed to be done,” Hallmon says, “but also a sense of &lsquothere’s nothing we can do, no one’s actually going to listen.&rsquo&rdquo

The hopelessness felt by the residents of his district led Hallmon to bring up a package of reform for the police department in 2016, which included body-worn cameras for police officers. The idea did not turn into a reality: In 2017, the city unanimously passed a resolution recommending the use of body cameras, but the measure still hasn&rsquot been implemented even today, with city officials citing cost as an issue. On Monday, Kenosha Mayor John Antaramian confirmed that body cameras won&rsquot be in the budget until 2022.

Two years after introducing those reform measures, Hallmon decided he’d had enough of Kenosha. &ldquoI felt like I had to do something to get myself back as a human being, because trying to stop everything that you see and the multiplicity of ways that I did it, it broke me and destroyed me as a person,&rdquo says Hallmon. &ldquoIt was either that or suicide.&rdquo

It is perhaps unsurprising, then, that as protests swept the nation and the world this year, Kenosha saw its histories of racial and community strain brought back to the forefront. On June 27, for example, Black Lives Matter counterprotesters interrupted a “Back the Badge” rally in support of law enforcement at the city’s Civic Center Park. Activist Diamond Hartwell was among the counterprotesters, working to record and deescalate situations. “[The police] were not on our side at all,” she says. “They were not protecting us.”

And so when Jacob Blake was shot, it was in a city that was already on edge&mdashwhere activists are still at work and hoping that the incident drives real change.

&ldquoThe greatest emotional toll is on Jacob and his family. He took the bullets, not us,&rdquo says Wallner. &ldquoIt&rsquos up to us. We the people have the power to make sure that people answer for his shooting and to make sure that nobody else has to go through that again.&rdquo


Nossa história

In late 1980, the Kenosha County Jail Administrator contacted KVNA to request that the agency work with the County to administer medical services to inmates. At that time, medical care required the costly process of transporting inmates to the area hospital for treatment. The initial contact between the Sheriff’s Department and KVNA began a continuing dialog to assist with the health care needs of inmates. This began one of the first correctional health programs in the state of Wisconsin which now provide 24/7 health care coverage at the downtown pretrial facility and 16/7 at the Detention Center.

Over the next ten years the agency reorganized and diversified to include services in the community such as caring for special needs children in the school system, providing respite care for the Cerebral Palsy Association, operating a day care center which included children with complex health care needs, establishing a medical equipment company and respiratory care program and conducting a county-wide flu shot program.

Providing private duty services, flu and pneumonia vaccinations, in-home and in office foot care ensure many important needs are met for the families in our community.


CALIBER OPTIONS

Caliber 30-30 Win
Type FNSP
Weight 190
Diameter .308
SD. .286
B.C. .296
Length 1.120
Box QTY 50
Catalog # 30360

Caliber 348 Win
Type FNSP
Weight 220
Diameter .348
SD. 0.260
B.C. 0.301
Length 1.04
Box QTY 50
Catalog # 30437

Caliber 348 Win
Type FNSP
Weight 250
Diameter .348
SD. 0.295
Length 1.153
Box QTY 50
Catalog # 30438

Caliber 375 Win
Type FNSP
Weight 255
Diameter .375
SD. 0.259
B.C. 0.29
Length 1.058
Box QTY 50
Catalog # 30496

Caliber 38-55
Type FNSP
Weight 255
Diameter .375
SD. 0.259
B.C. 0.290
Length 1.015
Box QTY 50
Catalog # 30497

Caliber 38-55
Type FNSP
Weight 255
Diameter .377
SD. 0.256
B.C. 0.290
Length 1.012
Box QTY 50
Catalog # 30498

Caliber 45-70
Type SSSP
Weight 300
Diameter .458
SD. 0.204
B.C. 0.291
Length 0.941
Box QTY 50
Catalog # 30611

Caliber 45-70
Type FNSP
Weight 300
Diameter .458
SD. 0.204
B.C. 0.227
Length .792
Box QTY 50
Catalog # 30612

Caliber 45-70
Type SSSP
Weight 400
Diameter .458
SD. 0.272
B.C. 0.389
Length 1.16
Box QTY 50
Catalog # 30613

Caliber 45-70
Type FNSP
Weight 400
Diameter .458
SD. 0.272
B.C. 0.302
Length 1.017
Box QTY 50
Catalog # 30614

Caliber 50-110 Win
Type FNSP
Weight 300
Diameter .510
SD. 0.165
B.C. 0.183
Length 0.65
Box QTY 20
Catalog # 30682

Caliber 50-110 Win
Type FNSP
Weight 450
Diameter .510
SD. 0.247
B.C. 0.274
Length 0.92
Box QTY 20
Catalog # 30683

38 Frontage Rd Mona, UT 84645

Hours: Mon-Thurs 7:30am-5:00pm (MST)

Phone: (435) 856-1000
Toll-Free: (800) 574-9200
Fax: (435) 856-1040


History Department to Offer Course on Kenosha Black History

SOMERS, Wis. - UW-Parkside History Department is offering a seven-week course beginning March 29 titled “Researching Kenosha’s Black History,” taught by Professor Edward Schmitt.

“For us to begin learning, healing, and making progress as a community after the painful events of the last year, it is crucial to understand the essential contributions and challenges of Black Kenoshans throughout the city's history,” said Professor Schmitt. “This course is a first step in collaboratively exploring and sharing that rich history more widely.”

Schmitt added that, for many, the shooting of Jacob Blake and events in the aftermath exposed for the first time the racial inequality in Kenosha. For others, it laid bare the problems that the city's Black community has long faced.

In the wake of Kenosha being thrust into the spotlight, the course will look at the importance of trying to understand the historical experience of Black Kenoshans and the ways the city has navigated the urban racial tensions endemic to communities across the United States.

Because there has been limited scholarly exploration of the African American experience in Kenosha, Parkside is offering the seven-week course in an online format and students will be working to collaboratively identify, share, and reflect on a broad range of sources and voices on this topic of vital consequence to not only our local community, but to the nation.

This course is open either for university credit or for those interested in auditing. To watch an informational video of the course, please click here.


Assista o vídeo: Kenosha - Life on the Lakeside (Junho 2022).