A história

Administração de Projetos de Obras


Quando Franklin D. Roosevelt se tornou presidente, ele colocou seu amigo, Harry Hopkins, como encarregado da Works Projects Administration (WPA). O objetivo do WPA era dar salários às pessoas atualmente desempregadas. Em 1936, mais de 3,5 milhões de pessoas estavam empregadas em vários programas WPA. Isso incluiu o Civilian Conservation Corps (CCC), a National Youth Administration (NYA) e a Public Works Administration (PWA) sob Harold Ickes, o Secretário do Interior.

Temos dois problemas: primeiro, para enfrentar a angústia imediata; em segundo lugar, construir com base no emprego permanente.

Quanto ao alívio imediato, o primeiro princípio é que esta nação, este governo nacional, se preferir, tem o dever positivo de que nenhum cidadão poderá morrer de fome.

Além de fornecer ajuda de emergência, o Governo Federal deve e deve fornecer trabalho temporário sempre que possível. Você e eu sabemos que nas florestas nacionais, na prevenção de inundações e no desenvolvimento de projetos de hidrovias que já foram autorizados e planejados, mas ainda não executados, dezenas de milhares, e mesmo centenas de milhares de nossos cidadãos desempregados podem ser dados em menos emprego temporário.

Minha preocupação mais imediata é cumprir os propósitos do grande programa de trabalho que acaba de ser aprovado pelo Congresso. Seu primeiro objetivo é colocar homens e mulheres agora nas listas de socorro para trabalhar e, incidentalmente, ajudar materialmente em nossa já inconfundível marcha em direção à recuperação. Não devo confundir minha discussão com uma multidão de números. Muitos números são citados para provar tantas coisas. Às vezes, depende do jornal que você lê e da transmissão que ouve. Portanto, vamos nos concentrar em dois ou três fatos simples e essenciais relacionados com este problema do desemprego. É verdade que, embora os negócios e a indústria sejam definitivamente melhores, nossos rolos de alívio ainda são muito grandes. No entanto, pela primeira vez em cinco anos, os rolos de alívio diminuíram em vez de aumentar durante os meses de inverno. Eles ainda estão diminuindo. O simples fato é que muitos milhões a mais de pessoas têm trabalho privado hoje do que há dois anos hoje ou há um ano atrás, e cada dia que passa oferece mais oportunidades de trabalho para quem quer trabalhar. Apesar de o desemprego continuar a ser um problema sério aqui, como em qualquer outra nação, reconhecemos a possibilidade e a necessidade de certas medidas corretivas úteis. Essas medidas são de dois tipos. O primeiro é tomar medidas destinadas a aliviar, minimizar e prevenir o desemprego futuro; a segunda é estabelecer os meios práticos para ajudar aqueles que estão desempregados nesta emergência. Nossa legislação previdenciária é uma tentativa de responder à primeira dessas questões. Nosso programa de trabalho de alívio o segundo. O programa de seguridade social agora pendente no Congresso é uma parte necessária da futura política de desemprego do governo. Embora nossas despesas atuais e projetadas para alívio do trabalho estejam totalmente dentro dos limites razoáveis ​​de nossos recursos de crédito nacional, é óbvio que não podemos continuar a criar déficits governamentais para esse fim ano após ano. Devemos começar agora a fazer provisões para o futuro. É por isso que nosso programa de seguridade social é uma parte importante do quadro completo. Propõe, por meio da aposentadoria por idade, ajudar aqueles que atingiram a idade da aposentadoria a abandonar seus empregos e, assim, dar aos mais jovens maiores oportunidades de trabalho e dar a todos uma sensação de segurança no olhar para os idosos. era.

A parte da legislação relativa ao seguro-desemprego não apenas ajudará a proteger o indivíduo em períodos futuros de dispensa da dependência de socorro, mas, ao manter o poder de compra, amortecerá o choque da crise econômica. Outra característica útil do seguro-desemprego é o incentivo que dará aos empregadores para planejarem mais cuidadosamente, a fim de que o desemprego possa ser evitado pela própria estabilização do emprego.


Condado de Perry, Genealogia e História do Mississippi

A Works Projects Administration foi criada em 6 de maio de 1935. Foi um dos muitos programas promulgados pelo presidente Roosevelt como parte de seu & quotNew Deal & quot. Por ser um programa de ajuda econômica, como o CCC, parte do dinheiro ganho pelos funcionários do WPA tinha que ser enviado para suas famílias. Cada funcionário recebia de R $ 15,00 a R $ 90,00 por mês, dependendo do cargo que ocupava. Às vezes, o trabalho os levava para longe de sua área de origem e, nesses casos, os trabalhadores também recebiam alimentação e moradia.

Quando o WPA começou, era chamado de Works Progress Administration, mas em 1939 o nome foi mudado para The Works Projects Administration, refletindo o fato de que o plano era criar projetos que fossem úteis para as pessoas, fazendo bom uso do natural recursos, bem como fornecer empregos durante a depressão. Muitos dos trabalhadores eram trabalhadores não qualificados e foram acusados ​​de serem improdutivos, o que resultou em má reputação. Parte dessa ociosidade adequada deveu-se à contratação de mais trabalhadores do que o realmente necessário. Claro, a intenção era contratar quantas pessoas o financiamento permitisse, aliviando o fardo da depressão, e era melhor do que fornecer alívio direto sem obrigação de fornecer qualquer serviço em troca! Um termo familiar usado para identificar os trabalhadores do WPA foi & quotWe Piddle Around & quot.

A mão de obra WPA foi usada pela Administração do Reassentamento. A Administração do Reassentamento realocou os agricultores, que cultivavam terras submarginais, para terras mais férteis e produtivas. A mão de obra da WPA foi então usada para revitalizar as terras submarginais.

O Trabalho WPA também foi usado pela Administração de Eletrificação Rural na extensão de linhas de energia para casas de fazendas não atendidas por empresas privadas de serviços públicos.

O WPA era responsável pela Administração Nacional da Juventude. A Administração Nacional da Juventude construiu abrigos para abrigar jovens temporários. Não apenas forneceu abrigo para jovens sem-teto, mas também forneceu treinamento profissional para jovens de dezesseis a vinte e cinco anos que haviam abandonado a escola ou se formado, mas não conseguiam encontrar um emprego e não podiam ser sustentados por suas famílias.

A WPA construiu fábricas de conservas locais em algumas áreas muito pobres, onde as esposas dos fazendeiros podiam trazer seus produtos e receberam todo o equipamento, potes, etc. para "colocar" suas frutas e vegetais.

Eles também construíram pequenas fábricas de colchões onde as pessoas podiam vir e aprender como fazer e fazer seus próprios colchões com materiais fornecidos pela WPA. Antes disso, os colchões de muitas famílias rurais consistiam em forrar recheado com feno ou palha.

Embora haja quem sinta que o WPA não forneceu nenhum serviço útil, os fatos falam o contrário. Ao final de seu segundo ano de operação, em 1937, o WPA tinha:

  • -Construiu 1.634 prédios escolares.
  • -Construída 105 tiras de ar.
  • -Construí 3.000 quadras de tênis.
  • -Construí 3.300 represas.
  • -Construí 103 campos de golfe.
  • -Estabelecido 5.800 Bibliotecas Itinerantes (bookmobiles).
  • -Construiu 1.654 clínicas de saúde.
  • -Construída 36.000 milhas de novas estradas rurais.
  • - Atendeu 128 milhões de Almoços Escolares.
  • -Fez 2 milhões de visitas de enfermeiras domiciliares.
  • -Coloque 1.500 produções teatrais.
  • -Construiu 134 incubatórios de peixes.
  • -Transcrito 1,1 milhão de páginas de material para Braille.
  • - Ministrou 17.000 aulas de alfabetização por mês.

Em junho de 1943, o WPA foi desativado. Além das conquistas impressionantes de dois anos acima, quando foi eliminado, o WPA também tinha, em nível nacional:

  • -Construída 651.087 milhas de rodovias.
  • -Reparado 124.087 pontes.
  • -Construiu 125.110 Estruturas Públicas.
  • -Estabelecido 8.192 Parques.
  • -Construiu um total de 853 AirStrips.
  • -Indexar todos os registros do censo.

O WPA também escreveu guias muito úteis para a maioria dos estados e condados. Muitos desses guias são inestimáveis ​​na pesquisa da história das cidades, muitas das quais não existem mais. Esses guias, como The WPA Guide to Mississippi e The WPA Guide to Forrest County, foram usados ​​inúmeras vezes pelo compilador deste documento. Muitos projetos concluídos pelo WPA são usados ​​por milhões de pessoas todos os dias, e temos uma dívida de gratidão com eles por suas realizações.


WPA: Administração de progresso de trabalho / Administração de projetos de trabalho: Visão geral

Coleção de administração de progresso de obras.
A coleção de papéis da Works Progress Administration inclui informações relacionadas à história de Minnesota, arquivos administrativos e uma coleção de fotos e negativos contendo várias visualizações de projetos WPA em todo o estado de Minnesota.
Número de telefone MNHS: Digital Finding Aid

O G uia WPA para Minnesota
St Paul, MHS Press, 1985, 2002.
Número de telefone MNHS: F604.2 W86 200, também disponível para compra.

Minnesota W.P.A. em ação, de Carl Lindahl.
Número de telefone MNHS: Mapa 6F G4141.G8 1934 .L5 ou Imagem Digital

American-Made: The Enduring Legacy of the WPA: When FDR Put the Nation to Work, de Nick Taylor.
Nova York: Bantam Books, 2008.
Número de telefone MNHS: HD5724.T34 2008

Coleção de fotografias de melhorias de obras públicas da WPA
Inclui vistas de vários projetos de obras públicas em dezessete cidades de Minnesota. Os projetos incluem construção de estradas, iluminação pública, concessionárias e torres de água e estações de tratamento de esgoto.
Número de telefone MNHS: Digital Finding Aid


A administração do andamento do trabalho é criada

Em 1935, a Depressão continuou e o desemprego permaneceu acima de 20%. Para rejuvenescer os esforços de alívio e recuperação, Roosevelt impulsionou uma nova onda de programas econômicos. Entre eles estava o Works Progress Administration, criado em maio de 1935. Em termos do número de pessoas que empregou, o dinheiro que gastou e o número de projetos que empreendeu, o WPA foi o maior programa de assistência humanitária já tentado. Em seu pico, o WPA empregou trinta mil administradores e uma média de 2,3 milhões de trabalhadores a cada ano entre 1935 e 1940.

Os primeiros programas de ajuda humanitária do New Deal foram em grande parte deixados para os estados administrarem. No entanto, o WPA seria totalmente administrado pelo governo federal. Roosevelt nomeou Harry Hopkins (1890–1946), seu conselheiro de confiança e chefe dos programas anteriores do New Deal, para liderar o WPA. Hopkins era um assistente social com anos de experiência dirigindo programas de socorro e trabalho, muitos desses anos foram gastos trabalhando para Roosevelt no governo do estado de Nova York. Para não competir com a iniciativa privada, Hopkins manteve os salários do WPA significativamente abaixo do que empregos semelhantes pagariam no setor privado, embora esses empregos estivessem indisponíveis. Os projetos WPA também foram escolhidos cuidadosamente para que as empresas privadas não tivessem que competir com o governo federal. Os regulamentos do WPA exigiam que 90% dos contratados viessem de listas de substitutos existentes e que apenas um membro da família pudesse ser contratado.

Setenta e cinco por cento dos inscritos no WPA trabalharam em projetos de engenharia e construção. Localizados em quase todos os condados do país, os trabalhadores da WPA eram altamente produtivos. Eles construíram ou consertaram 1,2 milhão de milhas de bueiros (tubos de drenagem sob estradas), colocaram 24.000 milhas de calçadas, construíram quase 600.000 milhas em novas estradas, consertaram 32.000 milhas de estradas existentes, construíram 75.000 pontes e consertaram outras 42.000, instalaram 23.000 milhas de tempestade e esgoto sanitário, e construiu 880 estações de tratamento de esgoto. Eles construíram 6.000 campos de atletismo e playgrounds, 770 novas piscinas e 1.700 novos parques, feiras e campos de rodeio. Eles construíram ou consertaram 110.000 bibliotecas públicas, auditórios, estádios e outros prédios públicos e construíram 5.584 novos prédios escolares. Eles também serviram 900 milhões de merendas escolares e consertaram 80 milhões de livros da biblioteca. Em um breve período de tempo, o WPA melhorou significativamente a infraestrutura do país. (Infraestrutura é a estrutura básica ou sistema de obras públicas em um país, como estradas, usinas de energia e prédios públicos.)

Ellen Sullivan Woodward (1887–1971) chefiou a Divisão Feminina do WPA e supervisionou mais de quatrocentas mil trabalhadoras. A maioria dessas mulheres trabalhava nos nove mil centros de costura da WPA em todo o país. Woodward também iniciou programas de treinamento e emprego em fabricação de colchões, encadernação de livros, serviço doméstico, enlatamento de alimentos emergenciais, preparação de merenda escolar e cuidados infantis.


Entre os muitos esforços de socorro após a Depressão de 1929, os funcionários do WPA Federal Writers 'Project entrevistaram pessoas comuns com o objetivo de publicar antologias sobre diferentes aspectos da vida na América. Duzentos e trinta e três pessoas foram entrevistadas em Arkansas sob este programa. Os originais dos questionários utilizados para o registro das informações durante as entrevistas estão preservados nas Coleções Especiais das Bibliotecas Universitárias. As transcrições de questionários de entrevistas com dezessete afro-americanos entrevistados em Arkansas no âmbito deste projeto estão representadas aqui.

Informações básicas estão disponíveis em um artigo de Andrea Cantrell no Arkansas Historical Quarterly 63 (primavera de 2004).

Entrevistas semelhantes de histórias de vida de outros estados (embora nenhuma do projeto Arkansas) estão disponíveis online em & quotAmerican Life Histories: Manuscripts from the Federal Writers Project, 1939-1940, & quot Library of Congress, Manuscripts Division, e em Estas são nossas vidas (Chapel Hill: University of North Carolina Press, 1939) e Tal como nós: vozes do sul dos anos 30 por Tom E. Terrill e Jerrold Hirsch (Chapel Hill: University of North Carolina Press, 1978).

As entrevistas de história pessoal são semelhantes e diferentes das entrevistas conduzidas no projeto WPA Ex-Slave Narratives. Mais informações sobre as narrativas de ex-escravos para pessoas de Arkansas estão disponíveis em Testemunho Cabal: Memórias das Narrativas da Escravidão em Arkansas das Coleções WPA dos anos 1930, editado por George E. Lankford (Fayetteville: University of Arkansas Press, 2003) e & quotBorn in Slavery: Slave Narratives from the Federal Writers 'Project, 1936-1938, & quot Library of Congress, Manuscripts Division.

As transcrições das histórias pessoais dos primeiros colonos de afro-americanos entrevistados em Arkansas podem ser obtidas através dos seguintes links:

As transcrições da história oral requerem Adobe Reader. Isso pode ser baixado gratuitamente.


Works Progress Administration (WPA)

A Works Progress Administration (WPA), mais tarde chamada de Work Projects Administration, foi o maior e mais conhecido dos programas federais de ajuda trabalhista estabelecidos pelo presidente Franklin Delano Roosevelt para combater o desemprego e estimular uma economia nacional devastada pela Grande Depressão. Durante os oito anos de sua existência, 8,5 milhões de pessoas em todo o país receberam cheques de pagamento do WPA, totalizando quase US $ 11 bilhões. No Arkansas, o WPA forneceu serviços sociais e melhorias de infraestrutura muito necessários, enquanto seus salários sustentavam milhares de famílias e comerciantes que dependiam de seus negócios.

O WPA iniciou suas operações em Arkansas em julho de 1935. Ele executou muitas das funções da Administração Federal de Alívio de Emergência (FERA), enquanto enfatizava programas de trabalho em um grau maior do que seu antecessor. Para reduzir gastos desnecessários, cada projeto exigia que um patrocinador local ou estadual pagasse parte do custo. Arkansas manteve seu ex-diretor da FERA, William R. Dyess. Depois que Dyess morreu em um acidente de janeiro de 1936, um de seus deputados, Floyd Sharp, tornou-se administrador do estado e ocupou o cargo até que a agência encerrasse as operações em 1943.

A Divisão de Serviços WPA forneceu empregos para pessoas de várias profissões dentro de seus programas. Como parte do Federal Writers Project, ex-historiadores, escritores e outros profissionais pesquisaram e escreveram Arkansas: Um Guia para o Estado (1941), um compêndio de informações contemporâneas e históricas sobre as diferentes regiões e maiores cidades do estado. Enquanto isso, outros funcionários entrevistaram ex-escravos que moravam no estado para um projeto nacional de história oral, geralmente conhecido como o Narrativas de escravos. Na verdade, o Arkansas produziu muito mais (756) dessas valiosas histórias do que qualquer outro estado. Outro projeto de “colarinho branco”, como os funcionários da agência chamam esses projetos, foi o Inventário de Registros Históricos e Culturais. Esta empresa catalogou e indexou muitos documentos importantes relacionados aos governos locais e estaduais e grupos privados selecionados.

A maioria das tarefas, porém, não exigia educação extensiva. O Programa de Merenda Escolar alimentou milhares de crianças de baixa renda. Outra iniciativa foi o Programa de Distribuição de Commodities, no qual funcionários da WPA em repartições estaduais de previdência distribuíam alimentos e roupas doados para famílias carentes, além de supervisionar um sistema de vale-refeição antecipado. Em ainda outro projeto, o Programa de Educação de Adultos enviou instrutores a comunidades brancas e negras em todo o estado para ensinar leitura básica, redação e matemática. Um grupo de professores teve como alvo os fazendeiros inquilinos do leste do Arkansas, oferecendo aulas adicionais em tópicos relacionados com a casa, incluindo jardinagem e saneamento adequado.

Por mais importantes que esses serviços fossem, o WPA é mais lembrado pelas estradas, pontes e edifícios construídos por sua Divisão de Operações. As obras nas estradas foram responsáveis ​​pela maior parte do orçamento. Funcionários do governo classificaram e espalharam cascalho por milhares de quilômetros de estradas e estradas de terra esburacadas. Boone County era um caso típico. Os $ 750.000 gastos lá pagaram para melhorar 105 milhas das estradas do condado e muitas das ruas em Harrison, a sede do condado. Também pagou o recapeamento da rodovia estadual 14 e da U.S. 62 pela cidade e a construção de calçadas para o distrito comercial.

O condado de Pulaski recebeu a maior parte do dinheiro federal do estado - US $ 13,9 milhões. Em seguida vieram os condados de Sebastian e Jefferson com US $ 7 milhões e US $ 2,6 milhões, respectivamente. Projetos notáveis ​​na cidade capital ou próximos a ela incluíram a Escola para Cegos de Arkansas, o Hospital do Condado de Pulaski e amplas melhorias em Adams Field (agora Aeroporto Nacional Bill e Hillary Clinton). Entre as centenas de outras operações de construção no estado estavam um estádio de futebol com 25.000 lugares na University of Arkansas (UA) em Fayetteville (Washington County) um estádio no Arkansas Agricultural, Mechanical, and Normal College (AM & ampN), agora a Universidade de Arkansas em Pine Bluff (UAPB) e arsenais para unidades da Guarda Nacional de Arkansas em Harrison e Jonesboro (Condado de Craighead).

Em 1939, a crescente pressão de democratas e republicanos conservadores no Congresso dos EUA para conter os gastos com ajuda humanitária resultou em um relatório do Senado detalhando a má gestão generalizada e a contratação de clientelismo para cargos do WPA - muitos deles a pedido de senadores e congressistas. O Congresso então reduziu o financiamento e colocou a renomeada Administração de Projetos de Trabalho sob a supervisão da Agência Federal de Obras. No entanto, as irregularidades na administração permaneceram onipresentes.

No final de 1941, as demandas orçamentárias de preparação para a guerra forçaram a maioria dos programas a terminar. Os efeitos dessas ações foram menos dolorosos do que teriam sido antes, no entanto, devido ao aumento do emprego na indústria privada causado pelos gastos com defesa. Em junho de 1943, o WPA fechou seus livros, tendo gasto quase $ 117 milhões de dinheiro federal no Arkansas, junto com $ 36 milhões de patrocinadores locais e estaduais.

As seguintes propriedades construídas por WPA estão listadas no Registro Nacional de Locais Históricos:

condado Nome da Propriedade
Baxter Tribunal do Condado de Baxter
Baxter Buford School
Baxter Horace Mann School Historic District
Boone Everton School
Boone Haggard Ford Swinging Bridge
Carroll Edifício Berryville Agriculture
Carroll Berryville Gymnasium
Cleburne Ponte da Old Highway 16
Columbia Overstreet Hall - Southern Arkansas University
Conway Menifee High School Gymnasium
Conway Plumerville School Building
Cruzar South Elementary School
Cruzar Clube Feminino Progressivo
Faulkner Guy High School Gymnasium
Faulkner Guy Edifício de Economia Doméstica
Festão Hot Springs Armory
Conceder Oak Grove School
Hempstead Hope Girl Scout Little House
Primavera quente Tribunal do condado de Hot Spring
Independência Cedar Creek Bridge
Izard Boswell School
Jefferson Taylor Field
Johnson Edifício de economia doméstica de Clarksville
Johnson Arsenal da Guarda Nacional de Clarksville
Johnson Escola de ozônio
Lafayette Lafayette County Courthouse
Lawrence Smithville Public School Building
Lincoln Tribunal do condado de Lincoln
Logan Cove Creek Bridge
Logan Ponte do Tributário Cove Creek
Logan Cove Lake Bathhouse
Logan Ponte / Barragem Cove Lake Spillway
Marion Escola Cold Springs
Marion Edifício da Escola Eros
Newton Little Buffalo River Bridge
Newton Newton County Courthouse
Perada Distrito histórico de Camp Ouachita
Phillips Arsenal da Guarda Nacional de Helena
Phillips Distrito histórico da fazenda penal do condado de Phillips
Pique Escola Rosenwald
Polk Polk County Courthouse
Papa Fairview School
Papa Hughes Hall - Arkansas Tech University
Papa Riggs-Hamilton American Legion Post 20 Legion Hut
Pradaria Prairie County Courthouse, Southern District
Pulaski Estruturas do Fair Park Golf Course
Pulaski Campo de Atletismo Lamar Porter
Randolph Old Pocahontas Post Office
Randolph Randolph County Courthouse
Scott Tribunal do Condado de Old Scott
Scott Cadeia do Condado de Old Scott
Scott Parks School House
Scott Waldron School Historic District
Sebastian Ponte Coop Creek
Sebastian Greenwood Gymnasium
Sebastian Maness Schoolhouse
Sebastian Ponte 4G da Sebastian County Road
União El Dorado High School Gymnasium
Van Buren Ponte 2E da Van Buren County Road
Branco Escola Griffithville
Branco Russell Jail

Para obter informações adicionais:
Adamson, Melody. “The Works Progress Administration in Batesville.” Independência condado Crônica 38 (abril – julho de 1997): 46–59.

Hicks, Floyd W. e C. Roger Lambert. “Food for the Hungry: Federal Food Programs in Arkansas, 1933–1942.” Arkansas Trimestralmente Histórico 37 (primavera de 1978): 23–43.

Huzar, Elias. “Legislative Control Over Administration: Congress and the WPA.” American Political Science Review 36 (fevereiro de 1942): 51–67.

Langford, Lynda B. “The Works Projects Administration no Pulaski County District.” Revisão histórica do condado de Pulaski 35 (Spring 1987): 2-15.

Miller, Mary Cooper. “Works Progress Administration (WPA) As It Pertained to Izard County.” Historiador do condado de Izard 44 (abril de 2019): 4–10.

Nash, Gerald D. A Era Crucial: A Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial, 1929-1945. 2ª ed. Nova York: St. Martin’s Press, 1992.

Administração de Projetos da U.S. Works. “Relatório Final e Realizações Físicas da Administração de Projetos de Obras [no] Arkansas.” Arquivos da biblioteca e coleções especiais de Dean B. Ellis. Arkansas State University, Jonesboro, Arkansas.

Sam Morgan
Arkansas State University


Agora transmitindo

Sr. Tornado

Sr. Tornado é a história notável do homem cujo trabalho inovador em pesquisa e ciência aplicada salvou milhares de vidas e ajudou os americanos a se preparar e responder a fenômenos climáticos perigosos.

A Cruzada da Pólio

A história da cruzada da pólio homenageia uma época em que os americanos se uniram para vencer uma doença terrível. A descoberta médica salvou inúmeras vidas e teve um impacto generalizado na filantropia americana que continua a ser sentido hoje.

Oz americano

Explore a vida e os tempos de L. Frank Baum, criador da amada O Maravilhoso Mágico de Oz.


Administração de Projetos de Obras - História

Durante as profundezas da Grande Depressão, o Congresso criou várias agências de assistência ao trabalho sob a Lei de Recuperação Industrial Nacional. A Administração de Obras Públicas, inicialmente denominada Administração de Emergência Federal de Obras Públicas (FEAPW), passou a existir pela Ordem Executiva 6174 em 16 de junho de 1933. A missão da FEAPW era criar um programa abrangente de obras públicas. Os propósitos multifacetados incluíam a criação de projetos de construção em grande escala que ocupassem a indústria da construção, estimulassem a produção e venda de bens duráveis ​​e materiais usados ​​na construção, revigorassem a indústria de transporte movendo material por todo o país e estimulassem a atividade bancária ao fornecer suporte de crédito para entidades cívicas que elaborariam os projetos e solicitariam financiamento. Essa metodologia foi desenhada para renovar o desenvolvimento econômico do país e, assim, criar oportunidades de emprego em todos os setores. A agência era comumente chamada de "Administração de Obras Públicas", abreviado para "PWA", mesmo antes de ser reorganizada e sua designação formal alterada em 1935.

Os métodos da PWA incluíam a construção de projetos públicos caros e em grande escala, envolvendo um processo extenso e rigoroso de planejamento, inscrição e aprovação antes que doações (doações) ou empréstimos fossem feitos para entidades governamentais municipais, distritais e estaduais. Por sua vez, as entidades repassariam o dinheiro por meio de licitações e contratos às empresas privadas que executariam a construção. Os empreiteiros deveriam contratar mão de obra qualificada e não qualificada, conforme necessário, e comprar materiais dos fornecedores padrão em cada indústria apropriada. O governo estadual ou local foi obrigado a fornecer 70 por cento da correspondência, posteriormente reduzida para 55 por cento. Este tipo de estímulo financeiro "top-down" ou "pump priming" contrastava com a filosofia da agência irmã da PWA, a Works Progress (mais tarde Work Projects) Administration (WPA), que pagava salários diretamente aos desempregados e não qualificados inscritos no "make -work "projetos. A PWA apoiou os setores corporativo e governamental, e a WPA ofereceu auxílio direto no trabalho a indivíduos.

Apesar de vários inícios e interrupções no financiamento, a Administração de Obras Públicas gastou vários milhões de dólares em projetos pequenos e grandes em Oklahoma. Em muitos aspectos, os projetos do PWA se assemelharam aos do WPA, ambos realizaram empreendimentos em grande escala, como escolas, tribunais, prefeituras, hospitais, estradas, ruas e estruturas de engenharia, como sistemas hidráulicos, pontes e represas. De agosto de 1933 a março de 1936, Philip S. Donnell, ex-professor de engenharia da Oklahoma State University, foi o administrador do estado de Oklahoma da PWA. Em 1937, o PWA foi reorganizado para agrupar Oklahoma com seis outros estados em um PWA Regional, com apenas um pequeno escritório remanescente em Oklahoma. O escritório estadual / regional aprovou os projetos dos candidatos e os encaminhou a Washington para análise e aprovação.

A presença da PWA em Oklahoma foi limitada porque muitas vezes era difícil para os governos locais levantarem os fundos correspondentes necessários. No entanto, grandes despesas resultaram na conclusão de projetos significativos. Muitos deles ainda existem e alguns permanecem em uso. O maior, o Grand River Project, foi criado em abril de 1935 pelo Legislativo de Oklahoma e, em agosto de 1937, o PWA autorizou uma doação inicial de $ 8,4 milhões e um empréstimo de $ 11,5 milhões. O projeto Grand River criou a Barragem de Pensacola e outras barragens, com instalações de geração hidrelétrica associadas. Também facilitou o controle de enchentes.

Em 1935, a PWA autorizou US $ 11,9 milhões em concessões e empréstimos, dos quais US $ 9,5 milhões foram para estradas, rodovias e cruzamentos. Um relatório de situação em junho de 1936 indicou que, para o ano fiscal de 1936, a PWA havia feito doações para 142 projetos em andamento em 51 dos 77 condados de Oklahoma. A distribuição de 1937 foi de US $ 19,1 milhões. No ano fiscal de 1940, o PWA e os patrocinadores locais juntos gastaram $ 14.870.029 em projetos, em comparação com $ 32.653.761 gastos pelo WPA e seus parceiros locais. Pelo menos 150 outros projetos da PWA foram iniciados ou concluídos até o final de 1940. Ao todo, em seus dez anos de operação, a agência pode ter gerado mais de US $ 60 milhões em trabalhos de construção e empregos nas comunidades de Oklahoma.

A presença da PWA em Oklahoma foi onipresente, e o resumo a seguir oferece apenas uma pequena amostra de seus projetos. Financiou sistemas de abastecimento de água e coleta de esgoto em pelo menos 60 comunidades. Mais de cem prédios escolares, acréscimos de escolas e instalações de entretenimento foram construídos, a maioria em pequenas cidades. Oklahoma City recebeu o Civic Center Auditorium, e Woodward agora tinha um estádio. Oklahoma City, Ardmore, Prague, Broken Bow e Stillwater se beneficiaram com as novas prefeituras. Novos edifícios surgiram nos campi da Oklahoma Military Academy, Oklahoma A & ampM University, Oklahoma College for Women, Central State Teachers College, Northwestern State Teachers College, Cameron Agricultural College e Connors State Agricultural College. Os tribunais foram erguidos nos condados de Custer, Grady, Garfield, Pottawatomie, Pushmataha, Oklahoma, Rogers e Woodward. Os prédios do governo estadual incluem o State Office Building (Jim Thorpe Building, no complexo do Capitólio) e o State Armory (na rua 23 em Oklahoma City). Projetos de habitação pública incluíram Will Rogers Courts em Oklahoma City e Cherokee Terrace Apartments em Enid. Cushing ganhou uma nova usina de geração elétrica e Ponca City ganhou um prédio de biblioteca. A construção de estradas e pontes recebeu uma grande parte das cotas de PWA de Oklahoma.

A Administração de Obras Públicas continuou as suas atividades durante dez anos. Durante 1940 e 1941, seus fundos foram cada vez mais redirecionados das melhorias cívicas para a construção de defesa, incluindo bases aéreas militares. Em 1942, a agência havia gasto mais de US $ 6 bilhões em 34.512 projetos cívicos em 3.068 dos 3.071 condados do país. A Ordem Executiva 9357, em vigor em 1º de julho de 1943, extinguiu a Administração de Obras Públicas.

O Registro Nacional de Locais Históricos documenta várias propriedades PWA. Eles incluem Cherokee Terrace Apartments (Enid, 1938, NR 13000939), Oklahoma City Municipal Building (1937, NR 07000521), Oklahoma County Courthouse (Oklahoma City, 1937, NR 92000126), Garfield County Courthouse (Enid, 1934, NR84003018), Pottawatomie Tribunal do condado (Shawnee, 1934, NR 84003424) e Tribunal do condado de Grady (Chickasha, 1935, NR 05000131).

Bibliografia

America Builds: The Record of PWA (Washington, D.C .: GPO, 1939).

Daily Oklahoman (Oklahoma City), 17 de novembro de 1933, 17 de maio de 1935, 27 de setembro de 1937 e 8 de março de 1941.

C. W. Short e R. Stanley-Brown, Edifícios Públicos: Um Levantamento da Arquitetura sob a Administração de Obras Públicas (Washington, D.C .: GPO, 1939).

Jason Scott Smith, Construindo o liberalismo do New Deal: The Political Economy of Public Works, 1933–1956 (Nova York: Cambridge University Press, 2006).

Nenhuma parte deste site pode ser interpretada como de domínio público.

Direitos autorais de todos os artigos e outros conteúdos nas versões online e impressa do The Encyclopedia of Oklahoma History é realizada pela Oklahoma Historical Society (OHS). Isso inclui artigos individuais (direitos autorais para OHS por atribuição do autor) e corporativamente (como um corpo completo do trabalho), incluindo web design, gráficos, funções de pesquisa e métodos de listagem / navegação. Os direitos autorais de todos esses materiais são protegidos pelas leis dos Estados Unidos e internacionais.

Os usuários concordam em não baixar, copiar, modificar, vender, arrendar, alugar, reimprimir ou de outra forma distribuir esses materiais, ou vincular a esses materiais em outro site, sem autorização da Oklahoma Historical Society. Os usuários individuais devem determinar se o uso dos materiais se enquadra nas diretrizes de & quotFair Use & quot da lei de direitos autorais dos Estados Unidos e não infringe os direitos de propriedade da Oklahoma Historical Society como o detentor legal dos direitos autorais de The Encyclopedia of Oklahoma History e parte ou no todo.

Créditos das fotos: todas as fotografias apresentadas nas versões publicadas e online de The Encyclopedia of Oklahoma History and Culture são propriedade da Oklahoma Historical Society (salvo indicação em contrário).

Citação

O seguinte (de acordo com The Chicago Manual of Style, 17ª edição) é a citação preferida para artigos:
Dianna Everett, & ldquoPublic Works Administration & rdquo The Encyclopedia of Oklahoma History and Culture, https://www.okhistory.org/publications/enc/entry.php?entry=PU003.

& # 169 Oklahoma Historical Society.


Registros da Administração de Obras Públicas [PWA]

Estabelecido: Na Federal Works Agency (FWA), pelo Plano de Reorganização nº I de 1939, efetivo em 1º de julho de 1939.

Agências predecessoras:

Abolido: Por EO 9357, 1º de julho de 1943.

Agências sucessoras: Administrador do Escritório Federal de Obras, FWA, como liquidante.

Encontrar ajudas: L. Evans Walker, comp., Inventário Preliminar dos Registros da Administração de Obras Públicas (PI 135), 1960.

Registros Relacionados: Registre cópias de publicações da Administração de Obras Públicas e seu antecessor em RG 287, Publicações do Governo dos Estados Unidos. Arquivo do Comitê Nacional de Política Energética (PWA) no RG 48, Arquivo da Secretaria do Interior. Registros da Administração de Projetos de Obra, RG 69.
Registros gerais da Federal Works Agency, RG 162. Registros do Comitê do Vale do Mississippi (PWA) e National Planning Board (PWA) em RG 187, Records of the National Resources Planning Board.

Termos de acesso do assunto: Agência New Deal.

135.2 REGISTROS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL DE EMERGÊNCIA DE
OBRAS PÚBLICAS E ADMINISTRAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS
1933-43
63 lin. pés

História: FEAPW instituída por EO 6174, de 16 de junho de 1933, nos termos da National Industrial Recovery Act (48 Stat. 200), da mesma data, para preparar um programa abrangente de obras públicas. Renomeado PWA e colocado sob a Agência Federal de Obras, órgão coordenador das atividades de obras públicas federais, pelo Plano de Reorganização nº I de 1939, a partir de 1º de julho de 1939. PWA extinto em 1943. VER 135.1.

Registros Textuais: Arquivos gerais, 1933-40, 1941-43. Atas da Junta Especial para Obras Públicas, 1933-35. Relatórios apresentados ao conselho pela Divisão de Engenharia, 1933-34. Políticas e registros administrativos gerais, 1933-42. Atas e relatórios das conferências PWA, 1934-41. Comunicados à imprensa, boletins, discursos e declarações públicas de Harold L. Ickes, 1934-39, em sua dupla função de Secretário do Interior e Administrador Federal de Emergências de Obras Públicas. Cópias de algumas decisões do Board of Labor Review, 1934-36.

135.3 REGISTROS DA DIVISÃO DE CONTROLE DE PROJETOS
1933-47
108 lin. pés e 8.856 rolos de microfilme

História: Projects Division established by merger of divisions for federal and nonfederal projects, 1934. Redesignated Federal Projects Division following transfer of statistical functions, 1938. Became Planning and Federal Projects Division, 1939. Merged with Division of Economics and Statistics to become Projects Control Division, 1940. Established priorities, handled applications, maintained project records, and prepared reports and statistics relating to federal and nonfederal projects.

Registros Textuais: Administrative files of the director and the assistant director, 1936-41. Subject files, 1933-40. Correspondence and related material concerning reclamation and other projects, 1934-41. Records of construction and status reports on nonfederal projects, 1936-39. Microfilm copies of docket files and related indexes, for nonfederal projects, 1933- 47 (8,856 rolls). Justification data files, 1933-35. "Change" letters and "transfer" letters relating to allotment and reallocation of federal project funds, 1933-43. Publications, statistics, and research material created by Division of Economics and Statistics, 1935-40. Correspondence, contracts, and related records of the Washington National Airport project, 1934- 41 the Anchorage Light and Power Project, 1934-36 and the hydroelectric power project, High Point, NC, 1936-46.

Registros Relacionados: Records of PWA projects in RG 75, Records of the Bureau of Indian Affairs, and RG 165, Records of the War Department General and Special Staffs.

135.4 RECORDS OF THE ENGINEERING DIVISION
1935-40
5 lin. ft.

História: Established to handle engineering and architectural aspects of all PWA projects, 1933. Assumed the powers and functions of the Inspection Division, 1937. Remained in existence until 1942.

Registros Textuais: Orders and memorandums issued, 1935-39. Correspondence and related records concerning equipment and materials used on PWA projects, 1935-39. Correspondence relating to nonfederal projects, 1938-40.

135.5 RECORDS OF THE DIVISION OF INVESTIGATION
1933-48
95 lin. ft. and 824 rolls of microfilm

História: Established by and reported directly to the Federal Emergency Administrator of Public Works to provide information on the manner in which agency functions were being executed. Until 1936 served both the FEAPW and the Department of the Interior. Remained in existence until 1941 when all functions, records, equipment, and supplies (except those directly relating to personnel of the PWA) were transferred to the FWA.

Registros Textuais: Case files relating to personnel investigations, 1933-41. Microfilm copies of records and a related index relating to investigations of federal and nonfederal PWA projects, 1933-45 (824 rolls). Records relating to eight additional investigations, 1938-48 to the investigation of the Engineering Division, 1934 and to investigations in the Virgin Islands, 1934-36.

135.6 RECORDS OF THE ACCOUNTING DIVISION
1933-41
8 lin. ft.

História: Established in 1934 to supervise accounting functions relating to nonfederal projects, slum clearance projects, and administrative expenditures.

Registros Textuais: Subject files, 1938-41. Correspondence relating to nonfederal projects, 1934-37. Memorandums, 1935-37. Procedural and miscellaneous issuances, 1933-38.

135.7 RECORDS OF OTHER DIVISIONS
1933-41
5 lin. ft.

Registros Textuais: Records of the Inspection Division, consisting of three series of orders, 1935-37. Records of the Legal Division, including memorandums, 1933-41 orders, 1935-36 digests of decisions, 1939-41 special legal opinions, 1939-40 and bulletins, 1937-41.

Registros Relacionados: Records of the Public Housing Administration, RG 196, include records of the PWA Housing Division. Records of the Office of the Secretary of the Interior, RG 48, include materials relating to the PWA Power Division and the PWA Housing Division.

135.8 RECORDS OF THE COMMITTEE ON ARCHITECTURAL SURVEY
1933-39
7,955 images

História: Appointed by PWA Administrator Harold L. Ickes to conduct an architectural survey of PWA project sites, 1933. Submitted a photographic report to President Franklin D. Roosevelt in May 1939, a truncated version of which was published later that year.

Photographic Prints and Negatives (7,640 images): Used in the 1939 committee report "Survey of the Architecture of Completed Projects of the Public Works Administration," 1933-39 (SA(A), 3,040 images). Rejected for use in the committee report, 1933-39 (SAR, 4,600 images).

Photographic Negatives (315 images): Floor plans and buildings used in Public Buildings: A Survey of Architecture of Projects Constructed by Federal and Other Governmental Bodies, by C.W. Short and R. Stanley-Brown, 1939 (PB).

135.9 FIELD RECORDS
1934-49
14 lin. ft.

Registros Textuais: Financial records concerning PWA projects in Texas, consisting chiefly of correspondence and administrative forms covering transactions with the Dallas Federal Reserve Bank, 1934-49.

135.10 CARTOGRAPHIC RECORDS (GENERAL)
1934, 1939
3 items

Mapas: Pictorial map of the United States showing types of PWA work, entitled "PWA Builds the Nation," ca. 1939 (2 items). Mississippi drainage basin, by the FEAPW, 1934 (1 item).

135.11 STILL PICTURES (GENERAL)

SEE Photographic Prints and Negatives UNDER 135.8. SEE Photographic Negatives UNDER 135.8.

Nota bibliográfica: Versão web baseada no Guia de Registros Federais dos Arquivos Nacionais dos Estados Unidos. Compilado por Robert B. Matchette et al. Washington, DC: National Archives and Records Administration, 1995.
3 volumes, 2.428 páginas.

Esta versão da Web é atualizada de tempos em tempos para incluir registros processados ​​desde 1995.


General Records of the Federal Works Agency [FWA]

Estabelecido: As an independent agency by Reorganization Plan No. I of 1939, effective July 1, 1939.

Funções: Administered the following constituent units: Public Buildings Administration (PBA), Public Works Administration (PWA), Work Projects Administration (WPA), Public Roads Administration (PRA), U.S. Housing Authority (USHA), Federal Fire Council (FFC), and Bureau of Community Facilities (BCF).

Abolido: By the Federal Property and Administrative Services Act (63 Stat. 377), June 30, 1949.

Agências sucessoras: General Services Administration (GSA).

Encontrar ajudas: William E. Lind, comp., "Preliminary Inventory of the General Records of the Federal Works Agency," NC 10 (May 1962).

Registros Relacionados: Record copies of publications of the Federal Works Agency in RG 287, Publications of the U.S. Government. Records of the Bureau of Public Roads, RG 30.
Records of the Work Projects Administration, RG 69.
Arquivo do Serviço de Edifícios Públicos, RG 121.
Records of the Public Works Administration, RG 135.
Records of the Public Housing Administration, RG 196.

Termos de acesso do assunto: New Deal agency.

162.2 GENERAL RECORDS
1936-50

História: FWA established 1939 to supervise the PBA, a consolidation of the Public Buildings Branch (Treasury) and the Branch of Buildings Management (National Park Service) the PRA, formerly the Bureau of Roads (Agriculture) the PWA, formerly the Federal Emergency Administration of Public Works (FEAPW) the WPA and the USHA, formerly the Housing Division, FEAPW. FFC (an independent agency) transferred to FWA, 1939. BCF established in FWA January 1, 1945. USHA transferred to National Housing Authority and redesignated Federal Public Housing Authority by EO 9070, February 24, 1942. PWA abolished by EO 9357, July 1, 1943. WPA abolished, effective June 30, 1943, by Presidential letter of December 4, 1942. When FWA was abolished in 1949, its surviving constituent units were organizationally or functionally assigned to GSA: PBA was abolished and reconstituted as the Public Buildings Service, PRA was renamed Bureau of Public Roads, BCF became the Community Facilities Service, and the FFC was transferred without change in name.

For detailed administrative histories of FWA constituent units, including predecessor and successor agencies, SEE RG 121 (PBA), RG 30 (PRA), RG 135 (PWA), RG 69 (WPA), RG 196 (USHA), and RG 162 (BCF at 162.4 and FFC at 162.5).

162.2.1 Correspondence

Registros Textuais: FWA central subject files, 1941-49. Correspondence of FWA Administrators John M. Carmody, 1939-41 and Gen. Philip B. Fleming, 1942-49. Correspondence of administrators with Executive agencies, 1939-42 with smaller federal agencies, 1939-42 and with the White House, 1939-49. Reading file of the Office of the Administrator, 1939-47. Correspondence of the Administrator's assistants, 1939-42 and of the Administrator's Office, 1939-42.

Encontrar ajudas: File classification for central files in appendix to NC 10.

162.2.2 Issuances

Registros Textuais: Administrative orders and related procedural records, 1939-49. PBA and WPA orders, regulations, and procedures, 1940-44.

162.2.3 Project files

Registros Textuais: Records concerning plans for postwar public works, 1941-44. Records relating to PWA projects, 1936-43, and other projects, 1943-44, in Puerto Rico and the Virgin Islands. Records relating to the construction of the Chicago subway, 1937- 41. Records relating to the construction of the Santee-Cooper Dam, SC, and to the collapse of the Tacoma Narrows Bridge, WA, 1941. Report on the Ogden, UT, water supply, 1942.

Termos de acesso do assunto: "Galloping Gerty."

162.2.4 Records relating to investigations

Registros Textuais: Case files of investigations of FWA and other federal agency employees, 1940-45 and of defense housing, 1940- 49. Investigative case files relating to the WPA, 1936-41 the PBA, 1940-42 the PRA, 1940-42 the Division of Defense Public Works, 1941-42 the Division of War Public Service, 1942-44 and the BCF, 1945-49.

162.2.5 Other records

Registros Textuais: Records relating to FWA liaison with the Office of War Information and its successors, 1942-48. Records relating to the organization of the FWA, 1941-44 and the GSA, 1949-50. Records of the Office of the Administrator relating to public health, recreation, and education, 1939-41 and to public relations, 1940-42. Administrator's books, 1946-48. Records relating to the veterans' education program, 1946-48. Records of the Program and Projects Review Board, 1942-44.

Publicações de microfilme: T1028.

Sound Recordings (2 items): Speech by FWA Administrator John M. Carmody on defense housing, 1941.

162.3 RECORDS RELATING TO STAFF OFFICES
1934-49

162.3.1 Records of the Office of the General Counsel

Registros Textuais: Correspondence of General Counsel Alan Johnstone relating to legal policy and administrative procedures, 1939-46.

162.3.2 Records of the Office of the Executive Director

Registros Textuais: Correspondence, 1939-47.

162.3.3 Records of the Office of Information

Registros Textuais: Correspondence with regional offices, 1941-44. Speeches of FWA administrators, 1939-49. Press releases of the Office of Information, 1942-45. Press releases of the FWA and its constituent agencies, 1939-49. Digests of press comments on FWA activities, 1942-49 and on FWA regional activities, 1942-44. Presidential addresses, 1934-42.

162.4 RECORDS RELATING TO THE BUREAU OF COMMUNITY FACILITIES AND ITS PREDECESSORS
1940-49

História: Division of Defense Public Works (DDPW), established in FWA by administrative order, July 16, 1941, to supervise national defense public works projects. Division of War Public Service (DWPS), established in FWA August 3, 1942, under provisions of the National Defense Housing (Lanham) Act (54 Stat. 1125), October 14, 1940, to administer public services required by the war effort. DDPW and DWPS consolidated to form the BCF by Administrator's order, December 12, 1944, effective January 1, 1945. Transferred to GSA with other constituent units of FWA when FWA abolished by the Federal Property and Administrative Services Act (63 Stat. 377), June 30, 1949, and became the Community Facilities Service (CFS). Transferred to Housing and Home Finance Agency (HHFA) from GSA by Reorganization Plan No. 17 of 1950, effective May 24, 1950, and designated the Division of Community Facilities and Operations. Designated Community Facilities Administration (CFA) and made constituent unit of HHFA by Administrator's Organizational Order No. 1, December 23, 1954. Abolished by Department of Housing and Urban Development Act (79 Stat. 667), September 9, 1965, and functions assigned to new department.

Registros Textuais: Defense housing specifications, 1941. Defense housing statistical bulletins, 1940-41. Records of the War Public Works Program, 1941-49. Project summary lists, 1942-43.

162.5 RECORDS OF THE FEDERAL FIRE COUNCIL
1930-44

História: Established as an interagency council by EO 7397, June 20, 1936, to advise on fire prevention. Assigned to FWA by EO 8194, July 6, 1939. Transferred with FWA to GSA, 1949. Transferred to Commerce Department by EO 11654, March 13, 1972.

Registros Textuais: Correspondence, 1931-42. Fire reports, 1930-44. Surveys and reports of standing committees, 1931-41. Reports of temporary committees, 1931-38. Minutes of council meetings pertaining to fire prevention, 1930-40. Survey reports relating to government buildings, 1936.

162.6 SOUND RECORDINGS (GENERAL)

162.7 STILL PICTURES (GENERAL)
1936-49

Photographs (4,498 images): FWA activities, including war industries, defense housing, construction, and education, 1944-49 (FWA, 3,298 images). General subjects, including Presidents Roosevelt and Truman, disaster relief, and military personnel, 1936-44 (G, 1,200 images).

Photographic Prints (1,500 images): PBA activities, 1939-43 (PBA, 400 images). DDPW activities, 1941-44 (WP, 1,100 images).

Encontrar ajudas: Shelf lists to G and WP.

Nota bibliográfica: Versão web baseada no Guia de Registros Federais dos Arquivos Nacionais dos Estados Unidos. Compilado por Robert B. Matchette et al. Washington, DC: National Archives and Records Administration, 1995.
3 volumes, 2.428 páginas.

Esta versão da Web é atualizada de tempos em tempos para incluir registros processados ​​desde 1995.


Assista o vídeo: Gerenciamento de Projetos na Engenharia Danilo Lorenceto. Congresso da Engenharia (Novembro 2021).