A história

Linha do tempo das estatuetas do pilar da Judéia



História dos Judeus e do Judaísmo na Terra de Israel

o história dos judeus e do judaísmo na terra de Israel é sobre a história e religião dos judeus, que se originaram na Terra de Israel e têm mantido laços físicos, culturais e religiosos com ela desde então. Emergindo pela primeira vez na parte posterior do segundo milênio AEC como uma conseqüência dos cananeus do sul, [1] [2] [3] [4] a Bíblia hebraica afirma que uma monarquia israelita unida existia a partir do século 10 AEC. A primeira aparição do nome "Israel" no registro histórico não bíblico é a Estela egípcia de Merneptah, cerca de 1200 aC. Durante os tempos bíblicos, dois reinos ocuparam a zona montanhosa, o Reino de Israel (Samaria) no norte e o Reino de Judá no sul. O Reino de Israel foi conquistado pelo Império Neo-Assírio (cerca de 722 AEC), e o Reino de Judá pelo Império Neo-Babilônico (586 AEC). Inicialmente exilado para a Babilônia, após a derrota do Império Neo-Babilônico pelo Império Aquemênida sob Ciro, o Grande (538 AEC), muitos membros da elite judaica retornaram a Jerusalém, construindo o Segundo Templo.

Em 332 AEC, o reino da Macedônia sob Alexandre o Grande conquistou o Império Aquemênida, que incluía Yehud (Judéia). Este evento deu início a uma longa luta religiosa que dividiu a população judaica em componentes tradicionais e helenizados.

Em 165 AEC, após a Revolta Macabeia impulsionada pela religião, o independente Reino Hasmoneu foi estabelecido. Em 64 AEC, a República Romana conquistou a Judéia, transformando-a em uma província romana. Embora estivesse sob o domínio de vários impérios e abrigasse uma variedade de etnias, a área do antigo Israel era predominantemente judaica até as guerras judaico-romanas de 66-136 EC. Durante as guerras, o Império Romano expulsou a maioria dos judeus da área e formou a província romana da Síria Palaestina, dando início à diáspora judaica. Depois dessa época, os judeus se tornaram minoria na maioria das regiões, exceto na Galiléia. A área tornou-se cada vez mais cristianizada a partir do século III, embora as percentagens de cristãos e judeus sejam desconhecidas, as primeiras talvez passando a predominar nas áreas urbanas, as últimas permanecendo nas áreas rurais. [5] Os assentamentos judeus diminuíram de 160 para 50 na época da conquista muçulmana do Levante. Michael Avi-Yonah diz que os judeus constituíam 10-15% da população da Palestina na época da conquista sassânida de Jerusalém em 614, [6] enquanto Moshe Gil diz que os judeus constituíam a maioria da população até a conquista muçulmana do século 7 (638 CE). [7]

Em 1099, as forças da Primeira Cruzada conquistaram Jerusalém e as áreas costeiras próximas, formando o Reino de Jerusalém. Nos 200 anos seguintes, as forças dos cruzados perderam e recapturaram Jerusalém até sua expulsão final do Acre em 1291. Em 1517, o Império Otomano conquistou a região, governando-a até que os britânicos a conquistassem em 1917. A região foi governada pelo Mandato Britânico para a Palestina até 1948, quando o Estado judeu de Israel foi proclamado em parte da antiga terra de Israel. Isso foi possibilitado pelo movimento sionista e sua promoção da imigração judaica em massa.


Estatueta de amantes de Ain Sakhri

  1. Estatueta de dois amantes encontrada em uma caverna em Ain Sakhri. ? Curadores do Museu Britânico
  2. Desenhos de linha que mostram a estatueta de todos os ângulos diferentes. © Curadores do Museu Britânico
  3. Mapa mostrando onde este objeto foi encontrado. © Curadores do Museu Britânico

Esta é a representação mais antiga conhecida de um casal fazendo amor no mundo. Ele foi encontrado em uma caverna no deserto da Judéia. A pedra mostra um casal cara a cara. Uma pessoa passou os braços em volta dos ombros de seu amante em um abraço. Os joelhos de uma das figuras dobram-se sobre as pernas da outra. O seixo foi engenhosamente esculpido de forma que, seja qual for a maneira como você olhe para ele, a forma da estatueta é fálica, mas os gêneros do casal não são revelados.

Para que foi usada a escultura?

As pessoas que fizeram a estatueta são conhecidas como natufianos e estão entre as primeiras pessoas a domesticar ovelhas e cabras. A reprodução seletiva de animais exigia uma compreensão do papel masculino na reprodução, e a forma fálica da escultura pode refletir seu interesse pela fertilidade. Esta obra de arte foi usada para rituais focados na fertilidade ou é simplesmente uma reflexão sobre o amor humano?

Os natufianos eram caçadores-coletores cujo estilo de vida gradualmente levou à agricultura

A diferença entre arte e artefato

Um artefato é algo de uma época particular que permanece naquela época como uma peça de cerâmica e se torna uma relíquia daquela época. Uma obra de arte é algo que é de um tempo, mas também está eternamente no momento presente e acho que se pode dizer com certeza que essa escultura está no momento presente.

Isso para mim é a grande força de fazer arte, você está fazendo máquinas do tempo essencialmente emocionais. Você está fazendo um objeto de meditação que se comunicará com as pessoas daqui a 10.000 anos (caso sobrevivesse) de uma forma muito direta - quero dizer, certas coisas estão além do tempo!

Um artefato é algo de uma época particular que permanece naquela época como uma peça de cerâmica e se torna uma relíquia daquela época. Uma obra de arte é algo que é de um tempo, mas também está eternamente no momento presente e acho que se pode dizer com certeza que essa escultura está no momento presente.

Isso para mim é a grande força de fazer arte, você está fazendo máquinas do tempo essencialmente emocionais. Você está fazendo um objeto de meditação que se comunicará com as pessoas daqui a 10.000 anos (caso sobrevivesse) de uma forma muito direta - quero dizer, certas coisas estão além do tempo!

Quem eram os amantes Ain Sakhri?

Uma obra de arte pode ser apreciada em diferentes culturas e milênios porque expressa algo que podemos reconhecer em nossos próprios termos.

Se vemos os amantes Ain Sakhri como um pedaço de erotismo, uma expressão terna de amor homossexual ou heterossexual, um símbolo de fertilidade, masculinidade ou uma metáfora para a criação, depende de nossa própria formação e crenças. À medida que apreciamos a composição engenhosa e a habilidade artística, conectamos nosso presente a seu passado profundo e a um período de transformação significativa na história humana.

11.000 anos atrás, o povo natufiano do Oriente Médio vivia caçando gazelas com seus cães de estimação. Gazelle fixou territórios para que também fosse possível coletar figos, bolotas, pistache sazonalmente abundantes, bem como lentilhas selvagens, grão-de-bico e grãos de trigo. Esses caçadores-coletores poderiam ficar mais tempo em um lugar, permitindo que algumas aldeias permanentemente ocupadas se desenvolvessem.

Embora fosse provavelmente apenas um abrigo temporário, até mesmo o kit de ferramentas da caverna de Ain Sakhri inclui pequenas lâminas de sílex que se encaixavam nos cabos de madeira das facas de ceifar. Ao colher trigo selvagem e cevada, os coletores natufianos preferiam variedades que não liberassem seus grãos à menor rajada de vento.

Esse processo acidental de seleção deu início à lenta modificação genética dos cereais, que possibilitou o cultivo de ovinos, caprinos, bovinos e suínos também foram gradualmente domesticados de espécies selvagens para a agricultura. Como Adão e Eva, os descendentes dos amantes, especialmente as mulheres, enfrentaram um futuro de trabalhos forçados nos campos.

Uma obra de arte pode ser apreciada em diferentes culturas e milênios porque expressa algo que podemos reconhecer em nossos próprios termos.

Se vemos os amantes Ain Sakhri como um pedaço de erotismo, uma expressão terna de amor homossexual ou heterossexual, um símbolo de fertilidade, masculinidade ou uma metáfora para a criação, depende de nossa própria formação e crenças. À medida que apreciamos a composição engenhosa e a habilidade artística, conectamos nosso presente a seu passado profundo e a um período de transformação significativa na história humana.

11.000 anos atrás, o povo natufiano do Oriente Médio vivia caçando gazelas com seus cães de estimação. Gazelle fixou territórios para que também fosse possível coletar figos, bolotas, pistache sazonalmente abundantes, bem como lentilhas selvagens, grão-de-bico e grãos de trigo. Esses caçadores-coletores poderiam ficar mais tempo em um lugar, permitindo que algumas aldeias permanentemente ocupadas se desenvolvessem.

Embora provavelmente fosse apenas um abrigo temporário, até mesmo o kit de ferramentas da caverna de Ain Sakhri inclui pequenas lâminas de sílex que se encaixavam nos cabos de madeira das facas de ceifar. Ao colher trigo selvagem e cevada, os coletores natufianos preferiam variedades que não liberassem seus grãos à menor rajada de vento.

Esse processo acidental de seleção deu início à lenta modificação genética dos cereais, que possibilitou o cultivo de ovinos, caprinos, bovinos e suínos também foram gradualmente domesticados de espécies selvagens para a agricultura. Como Adão e Eva, os descendentes dos amantes, especialmente as mulheres, enfrentaram um futuro de trabalhos forçados nos campos.


Linha do tempo das estatuetas do pilar da Judéia - História

Casas israelitas do primeiro século

Ilustração de casas em Israel do século 1

Este esboço contém casas no antigo Israel. A casa dos plebeus continha apenas um cômodo para toda a família. Todos eles viviam felizes em um chão de lama dura (2 Samuel 12: 3), eles criariam a família e dormiam a noite toda neste quarto.

Se alguém entrasse pela porta da frente, poderia ver uma criança deitada em uma rede enrolada em panos e uma mulher sentada em seu moinho manual. Dentro, você também pode encontrar lâmpadas, fogões, camas, lareiras, janelas e chaminés. Os animais foram mantidos em uma área fechada em um nível um pouco mais baixo e sem teto, o boi, o asno, as cabras e outros animais. Havia escadas que conduziam ao telhado.

OBJETIVOS DA CASA Nos tempos bíblicos, os homens não construíam casas com a ideia de que a maior parte de sua vida diária seria gasta dentro delas. Seu primeiro interesse era passar o máximo de tempo possível ao ar livre de DEUS. A casa serviu de local de retiro. Por essa razão, as paredes externas da humilde casa não eram convidativas. Não houve esforço para atrair a atenção para este local de retiro.3 O propósito dessas moradias é corroborado pelo significado das palavras hebraicas e árabes para & quothouse. & Quot. Abraham Rihbany, que nasceu na Síria e passou sua infância lá, fez uma declaração muito esclarecedora sobre o significado e o propósito da casa palestina: A palavra hebraica bavith e a palavra árabe isca significam principalmente um & quotshelter. & quot. O equivalente em inglês é a palavra & quothouse. & quot. O termo mais rico, & quothome, & quot nunca foi inventado pelo filho de Israel porque ele sempre se considerou um peregrino cota na terra. ”Sua tenda e sua casinha, portanto, foram suficientes para um abrigo para ele e seus entes queridos durante a peregrinação terrena. Como os palestinos viviam tanto ao ar livre, os escritores sagrados gostavam de referir-se a DEUS como um "quotshelter" ou como um "refúgio", em vez de um "quothome". Tais expressões em conexão com a Divindade são numerosas no Livro do Salmo e também nos escritos proféticos5 (cf. Salmo 61: 3 Isaías 4: 6). [Modos e costumes das terras da Bíblia]

DEDICAÇÃO DE UMA CASA RECÉM CONSTRUÍDA QUE HAVIA um costume geralmente aceito entre os judeus de dedicar uma moradia recém-construída é indicada a partir das palavras da Lei Mosaica: & quotQue homem há que construiu uma casa nova e não a dedicou & quot (Deuteronômio 20 : 5). Sem dúvida, os elementos sociais e também os devocionais entraram na ocasião. Um costume semelhante era usado em outras terras antigas e modernas do Oriente. O título do Salmo Trigésimo diz: “Um Cântico do Salmo na dedicação da casa de Davi”. Isso parece revelar que Davi celebrou a entrada em sua casa com um serviço especial ou festa de dedicação. Spurgeon cita Samuel Chandler dizendo sobre este costume: Era comum quando qualquer pessoa terminava uma casa e entrava nela, para celebrá-la com grande alegria e manter um festival, para o qual seus amigos são convidados, e para realizar algumas cerimônias religiosas , para garantir a proteção do céu. [Modos e costumes das terras da Bíblia]

& quotCasas de um cômodo APÓS ISRAEL ter estado na terra de Canaã muitos anos e ter se estabelecido da vida nômade para atividades agrícolas mais estáveis, as casas começaram a tomar o lugar das tendas como locais de residência. A casa média das pessoas comuns era uma residência de um cômodo. O Dr. Thomson pensa que porque a viúva pobre que hospedou Elias tinha um aposento superior em sua casa, isso indica que ela não era da classe mais pobre, mas estava em apuros apenas por causa da terrível fome.2 (cf. I Reis 17: 8- 19). & Quot [Modos e costumes das terras bíblicas]

House in Easton's Bible Dictionary Até sua estada no Egito, os hebreus moraram em tendas. Eles então, pela primeira vez, habitaram cidades (Gênesis 47: 3 Êxodo 12: 7; Hb 11: 9). Desde os primeiros tempos, os assírios e os cananeus foram construtores de cidades. Os hebreus, depois da Conquista, tomaram posse das cidades capturadas e parecem ter seguido os métodos de construção que haviam sido perseguidos pelos cananeus. É feita referência à pedra (1 Reis 7: 9 Isa. 9:10) e ao mármore (1 Cr 29: 2) usados ​​na construção, e à madeira interna das casas (1 Reis 6:15 7: 2 10:11, 12 2 Cr. 3: 5 Jer. 22:14). As "casas com teto" eram aquelas que tinham vigas embutidas nas paredes às quais eram fixados lambris (Esdras 6: 4, Jer. 22:14; Ageu 1: 4). As "casas de marfim" tinham as partes superiores das paredes adornadas com figuras em estuque com ouro e marfim (1 Reis 22:39 2 Cr 3: 6 Salmo 45: 8). Os telhados das casas eram planos, e são freqüentemente mencionados nas Escrituras (2 Sam. 11: 2 Isa. 22: 1 Mat. 24:17). Às vezes, tendas ou cabines eram erguidas sobre eles (2 Sam. 16:22). Eles eram protegidos por parapeitos ou paredes baixas (Deuteronômio 22: 8). No topo das casas às vezes crescia grama (Pv 19:13 27:15 Sal. 129: 6, 7). Eles eram usados, não apenas como locais de recreação à noite, mas às vezes também como locais de dormir à noite (1 Sam. 9:25, 26 2 Sam. 11: 2 16:22 Dan. 4:29 Jó 27:18 Provérbios 21: 9), e como lugares de devoção (Jeremias 32:29 19:13).
https://www.bible-history.com/eastons/H/House/

Casa no dicionário bíblico de Fausset Conhecido pelo homem desde o início, pelo menos como Caim, a tenda não até Jabal, o quinto descendente de Caim (Gênesis 4: 7 Gênesis 4:17 Gênesis 4:20). A cabana rústica e a caverna natural eram as moradas daqueles que, dispersos, posteriormente degeneraram da civilização primitiva implícita na elaborada estrutura de Babel (Gênesis 11: 3, Gênesis 11:31). Foi de uma terra de casas que Abrão, a chamado de Deus, passou a morar em tendas (Gênesis 12: 1; Hebreus 11: 9). Às vezes, ele ainda morava em uma casa (Gênesis 17:27), assim também Isaque (Gênesis 27:15) e Jacó (Gênesis 33:15). No Egito, os israelitas retomaram uma vida fixa em casas permanentes e devem ter aprendido habilidade arquitetônica naquela terra de edifícios majestosos. Depois de sua peregrinação no deserto em tendas, eles adquiriram a posse das belas cidades cananéias. As partes da casa oriental são: (1) O pórtico não mencionado no Antigo Testamento, exceto no templo e no palácio de Salomão (1 Reis 7: 6-7 2 Crônicas 15: 8 Ezequiel 40: 7 Ezequiel 40:16) em Egito (de onde ele o derivou) freqüentemente consistia em uma fileira dupla de colunas em Juízes 3:23 a palavra hebraica (o vestíbulo) é diferente. O pórtico do palácio do sumo sacerdote (Mateus 26:71 puloon, que é traduzido como & quotgate & quot em Atos 10:17 Atos 12:14 Atos 14:13 Apocalipse 21:12) significa simplesmente & quotthe portão. & Quot Os cinco pórticos de Betesda (João 5 : 2) eram claustros ou uma colunata para uso dos enfermos. (2) O pátio é a característica principal de todas as casas do leste. A passagem para ela é tão artificial que o pátio não pode ser visto da rua. Um toldo de uma parede à outra protege do calor esta é a imagem, Salmo 104: 2, & quotque estende os céus como uma cortina & quot. No lado do pátio oposto à entrada estava o: (3) quarto de hóspedes ( Lucas 22: 11-12), hebraico lishkah, de laashak, & quotto reclinar & quot, onde Samuel recebeu seus convidados (1 Samuel 9:22). Muitas vezes aberto na frente e apoiado por um pilar no piso térreo, mas elevado acima do nível. Um divã baixo gira em torno dele, usado para sentar ou reclinar durante o dia e para colocar as camas à noite. No pátio, a palmeira e a oliveira foram plantadas, de onde o salmista escreve: "Sou como uma oliveira verde na casa de Deus" uma oliveira em uma casa seria uma imagem estranha para nós, mas sugestiva para o leste de uma casa com sombra e ar refrescante. Portanto, o Salmo 92:13, “os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios de nosso Deus”. Compare o quadro da desolação de Edom, “espinhos nos palácios, urtigas e espinheiros nas fortalezas. um tribunal para corujas & quot (Isaías 34:13). (4) As escadas. Fora da casa, para que Eúde pudesse escapar prontamente após matar Eglon (Juízes 3:23), e os portadores do paralítico, incapazes de chegar até a porta, pudessem facilmente subir pelas escadas externas até o telhado e, quebrando uma abertura nele, desça-o no meio da sala onde Jesus estava (Marcos 2: 4). Os capitães israelitas colocaram Jeú sobre suas vestes no topo da escada, como o lugar mais público, e deles proclamaram "Jeú é rei" (2 Reis 9:13). (5) O telhado é freqüentemente de um material que pode ser facilmente quebrado, como o era pelos amigos do paralítico: gravetos, arbustos espinhosos (bellan), com argamassa e marga ou terra. Um rolo de pedra é mantido no topo para endurecer o telhado plano que a chuva não pode entrar. Diversão, negócios, conversa.
https://www.bible-history.com/faussets/H/House/

House in Naves Topical Bible Construída de Pedra Le 14: 40-45 Isa 9:10 Am 5:11 Tijolo Gên 11: 3 Ex 1: 11-14 Isa 9:10 Madeira Então 1:17 Isa 9:10 n Construída nas paredes da cidade Jos 2:15 -Usado para adoração At 1: 13,14 12:12 Ro 16: 5 1Co 16:19 Col 4:15 Phm 1: 2 - & quotCastelo de um homem, & quot De 24: 10,11 -ARQUITETURA DE Fundamentos de pedra 1Rs 5: 17 7: 9 Esd 6: 3 Jer 51:26 Figurativo Sal 87: 1 Isa 28:16 48:13 Ro 15:20 1Co 3:11 Ef 2:20 1Ti 6:19 Hb 6: 1 Re 21:14 Pedra Angular Jó 38: 6 Sl 144: 12 Figurativo Sl 118: 22 Isa 28:16 Ef 2:20 1Pe 2: 6 Porches Jud 3:23 1Rs 7: 6,7 Courts Es 1: 5 Apartamento de verão Jud 3:20 com Am 3: 15 1Rs 17:19 Câmara interna 1Rs 22:25 Câmaras Ge 43:30 2Sa 18:33 2Rs 1: 2 4:10 Ac 1:13 9:37 20: 8 Câmara de hóspedes Sr. 14:14 Pilares Pr 9: 1 Com tribunais Ne 8:16 Lattice Jud 5:28 Windows Jud 5:28 Pr 7: 6 Teto e gesso Da 5: 5 Dobradiças Pr 26:14 Telhados, plano Jos 2: 6 Jud 16:27 1Sa 9:25 2Sa 11: 2 16 : 22 Isa 15: 3 22: 1 Mt 24:17 Lu 12: 3 Ameias exigidas na lei mosaica De 22: 8 Oração em Atos 10: 9 Altares em 2Rs 23:12 Jer 19:13 32:29 Sof 1: 5 Cabines em Ne 8:16 Usado como lugar para dormir Jos 2: 8 At 10: 9 Usado como lugar de habitação Pr 21: 9 25:24 Jer Pintado 22:14 Ez 8: 10,12 Chaminés de Ho 13: 3 Textos das Escrituras nas ombreiras das portas de De 6: 9 Leis a respeito da venda de Le 25: 29-33 Ne 5: 3 Dedicado De 20: 5 Sl 30 - FIGURATIVO 2Sa 7:18 Sl 23: 6 36: 8 Joh 14: 2 2Co 5: 1 1Ti 3:15 Hb 3: 2
https://www.bible-history.com/naves/H/HOUSE/

House in Smiths Bible Dictionary As casas dos pobres rurais no Egito, bem como na maior parte da Síria, Arábia e Pérsia, geralmente são meras cabanas de barro ou tijolos queimados pelo sol. Em algumas partes de Israel e da Arábia, a pedra é usada e, em certos distritos, as cavernas nas rochas são usadas como moradias. Am 5:11 As casas geralmente têm apenas um andar, a saber, o andar térreo, e muitas vezes contêm apenas um apartamento. Às vezes, um pequeno pátio para o gado é anexado e em alguns casos o gado fica alojado no mesmo prédio, ou vive em uma plataforma elevada, e, o gado ao redor deles no chão. 1Sa 28:24 As janelas são pequenas aberturas no alto das paredes, às vezes gradeadas com madeira. Os telhados são comumente, mas nem sempre planos, e geralmente são formados de gesso de lama e palha depositados sobre galhos ou caibros e sobre os telhados planos, tendas ou "cabines" de galhos ou juncos são frequentemente erguidos para serem usados ​​como dormitórios no verão. A diferença entre as casas mais pobres e as da classe imediatamente acima delas é maior do que entre estas e as casas da primeira categoria. A planta predominante das casas orientais desta classe apresenta, como era o caso no antigo Egito, uma fachada de parede, cuja aparência vazia e mesquinha geralmente é aliviada apenas pela porta e algumas janelas gradeadas e salientes. Dentro dele há um tribunal ou tribunais com apartamentos que se abrem para eles. Sobre a porta está uma janela saliente com uma treliça trabalhada mais ou menos elaboradamente, que, exceto em tempos de festas públicas, costuma ser fechada. 2Rs 9:30 Um toldo às vezes é puxado sobre o pátio, e o chão fica coberto de tapetes em ocasiões festivas. As escadas para os apartamentos superiores ficam na Síria geralmente em um canto do tribunal. Em torno de parte, senão de todo, do pátio há uma varanda, geralmente com três ou três metros de profundidade, sobre a qual, quando há mais de um andar, corre uma segunda galeria de mesma profundidade, com uma balaustrada. Quando não há um segundo andar, mas há mais de um tribunal, os apartamentos das mulheres - hareems, harém ou haram - geralmente ficam no segundo tribunal, caso contrário, formam um prédio separado dentro do recinto geral, ou ficam acima, no primeiro andar. Quando há um andar superior, o ka'ah forma o apartamento mais importante e, portanto, provavelmente corresponde ao "quarto superior", que costumava ser o quarto de hóspedes. Lu 22:12 Ac 1:13 9:37 20: 8 As janelas dos quartos superiores freqüentemente projetam-se um ou dois pés, e formam um quiosque ou câmara de treliça. Tal pode ter sido a & quotthe câmara na parede. & Quot 2Rs 4: 10,11 A & quot rede, & quot através da qual Ahasiah caiu, talvez pertencesse a uma câmara superior deste tipo, 2Rs 1: 2 como também o & quotterceiro loft, & quot de onde Êutico caiu. Ac 20: 9 comp. Jere 22:13 Paulo pregou em tal sala por causa de sua ascensão superior e posição aposentada. O círculo externo em uma audiência em tal sala ficava sobre um estrado ou almofadas elevadas de modo a ficar tão alto quanto o peitoril da janela. De tal posição, Êutico poderia cair facilmente. Geralmente não há quartos especiais nas casas do leste. As portas externas são fechadas com uma fechadura de madeira, mas em alguns casos os apartamentos são separados uns dos outros apenas por cortinas. Não há chaminés, mas o fogo é feito quando necessário com carvão em uma assadeira ou o fogo de lenha pode ser feito no pátio aberto da casa. Lu 22:65 Algumas casas no Cairo têm um apartamento aberto em frente ao pátio com dois ou mais arcos e uma grade, e um pilar para suportar a parede acima. Foi em uma câmara deste tamanho que se encontra em um palácio, que nosso Senhor estava sendo denunciado perante o sumo sacerdote no momento em que a negação dele por São Pedro ocorreu. Ele & quotturned e olhou & quot em Peter enquanto ele estava perto do fogo no tribunal, Lu 22: 56,61 Joh 18:24 enquanto ele próprio estava no & quothall de julgamento. & Quot. Em nenhum ponto os hábitos domésticos orientais diferem mais do europeu do que em o uso do telhado. Sua superfície plana é útil para vários fins domésticos, como secar milho, pendurar linho e preparar figos e passas. Os telhados são usados ​​como locais de recreação à noite e, freqüentemente, como locais de dormir à noite. 1Sa 9: 25,26 2Sa 11: 2 16:22 Jó 27:18 Pr 21: 9 Da 4:29 Eles também eram usados ​​como locais de devoção e até adoração idólatra. 2Rs 23:12 Jer 19:13 32:29 Sof 1: 6 At 10: 9 Na época da festa dos tabernáculos, barracas foram erguidas pelos judeus no topo de suas casas. A proteção do telhado por parapeitos era proibida por lei. De 22: 8 Apartamentos especiais eram dedicados em casas maiores para uso no inverno e no verão. Jr 36:22 Am 3:15 A casa de marfim de Acabe era provavelmente um palácio amplamente ornamentado com marfim incrustado. A circunstância de Sansão ter derrubado a casa por meio dos pilares pode ser explicada pelo fato da companhia ser montada em fileiras de varandas umas sobre as outras, apoiadas por pilares centrais no porão quando estes eram puxados para baixo em todos os andares superiores cairia também. Jud 16:26
https://www.bible-history.com/smiths/H/House/

Enciclopédia House in the Bible - ISBE hous (bayith oikos, em grego clássico geralmente & quotan estate, & quot oikia, oikema (literalmente, & quothabitation & quot), em Atos 12: 1, & quotprison & quot): I. MORADIAS DA CAVERNA II. CASAS CONSTRUÍDAS DE PEDRA E LAMA / TIJOLO 1. Detalhes da planta e construção (1) Pedra angular (2) Piso (3) Calha (4) Porta (5) Dobradiça (6) Fechadura e chave (7) Limiar ( 8) Lareira (9) Janela (10) Telhado 2. Casas de mais de um andar (1) Câmaras e escadas superiores (2) Palácios e castelos 3. Aparência interna III. OUTROS SIGNIFICADOS LITERATURA I. Habitações em cavernas. As primeiras habitações permanentes dos habitantes pré-históricos de Israel foram as cavernas naturais que abundam em todo o país. À medida que o povo crescia e se agrupava em comunidades, essas moradas eram complementadas por sistemas de cavernas artificiais que, em alguns casos, evoluíam em extensas tocas de vários compartimentos contíguos, tendo em cada sistema várias entradas. Essas entradas eram geralmente cortadas pelo telhado alguns degraus abaixo ou simplesmente deixadas cair da superfície da rocha. O naufrágio foi raso e o pé-direito baixo, mas suficiente para os trogloditas menores que os ocupantes. II. Casas construídas em pedra e lama / tijolo. Existem muitas referências ao uso de cavernas como moradias no Antigo Testamento. Ló morou com suas duas filhas na caverna (Gn 19:30). Elias, fugindo de Jezabel, alojou-se em uma caverna (1 Reis 19: 9). O sucessor natural da caverna foi a cabana de pedra e, assim como os batedores de campo soltos e as pedras extraídas das cavernas, serviram para seu primeiro e mais importante uso na construção de paredes de defesa, eles mais tarde se tornaram materiais para a primeira cabana. As cavernas, durante a estação das chuvas, eram moradias defeituosas, pois na época em que a proteção era mais necessária, elas eram inundadas pelas aberturas superficiais que formavam suas entradas. A cela mais rude construída com pedras ásperas na lama e coberta com um telhado de mato e lama foi a princípio suficiente. Planos mais elaborados de vários apartamentos, entrando no que pode ser chamado de sala de estar, seguiam naturalmente, e estes, amontoados, constituíam as casas das pessoas. Edifícios de tijolos de barro (Jó 4:19) de planta semelhante ocorrem, e para proteger esse material friável do clima, as paredes às vezes eram cobertas com um revestimento de lajes de pedra, como em Laquis. (Veja Bliss, A Mound of Many Cities.) De modo geral, esse tipo rude de construção prevaleceu, embora, em alguns dos edifícios maiores, fossem usadas pedras quadradas e articuladas. Há pouco ou nenhum sinal de melhora até o período da influência helenística, e mesmo então a melhora foi pequena, no que diz respeito às casas das pessoas comuns. 1. Detalhes de planta e construção: Deve-se observar um esboço isométrico e planta mostrando a construção de uma casinha típica.
https://www.bible-history.com/isbe/H/HOUSE/

A Bíblia menciona muito sobre & quotCasa & quot

1 Crônicas 29: 2 - Agora me preparei com todas as minhas forças para o casa do meu Deus, o ouro para [as coisas a serem feitas] de ouro, e a prata para [as coisas] de prata, e o latão para [as coisas] de latão, o ferro para [as coisas] de ferro e a madeira para [as coisas] de pedras de ônix de madeira e [pedras] para engastar, pedras brilhantes e de várias cores, e todos os tipos de pedras preciosas e pedras de mármore em abundância.

Deuteronômio 7:26 - Nem tu deverás trazer uma abominação para dentro de ti casa, para que não sejas uma coisa amaldiçoada como esta: [mas] tu a detestarás totalmente e tu a abominarás totalmente, pois é uma coisa maldita.

1 Reis 8:64 - No mesmo dia o rei santificou o meio do tribunal que [estava] diante do casa do SENHOR: porque ali ofereceu holocaustos e ofertas de cereais e a gordura das ofertas pacíficas; porque o altar de brasen que estava perante o SENHOR era insuficiente para receber os holocaustos e as ofertas de cereais, e a gordura das ofertas pacíficas.

Ezequiel 40:48 - E ele me levou para a varanda do casae mediu cada um dos pilares do pórtico, cinco côvados de uma banda e cinco côvados da outra; e a largura da porta era de três côvados de uma banda e de três côvados da outra.

Ezequiel 43:11 - E se eles se envergonharem de tudo o que fizeram, mostre-lhes a forma do casa, e sua forma, e suas saídas, e suas entradas, e todas as suas formas, e todas as suas ordenanças, e todas as suas formas, e todas as suas leis: e escrever [isso] à vista deles , para que guardem toda a sua forma e todas as suas ordenanças e as cumpram.

Ezequiel 48:21 - E o resto [ficará] para o príncipe, de um lado e do outro da santa oblação e da possessão da cidade, defronte das vinte e cinco mil da oblação para a fronteira oriental e para o ocidente defronte dos vinte e cinco mil para a fronteira ocidental, defronte das porções para o príncipe: e será a oblação sagrada e o santuário do casa [estará] no meio deles.

2 Samuel 15:35 - E não estás contigo Zadoque e Abiatar, os sacerdotes? portanto acontecerá que tudo quanto ouvirás do rei casa, tu o dirás a Zadoque e a Abiatar, os sacerdotes.

2 Crônicas 3:11 - E as asas dos querubins tinham vinte côvados de comprimento; uma asa [de um querubim tinha] cinco côvados, alcançando a parede do casa: e a outra asa [tinha também] cinco côvados, alcançando a asa do outro querubim.

Êxodo 20:17 - Não cobiçarás o do teu próximo casaNão cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem qualquer coisa que seja do teu próximo.

2 Reis 8: 5 - E aconteceu que, enquanto ele estava contando ao rei como ele restaurou a vida a um cadáver, eis que a mulher, cujo filho ele restaurou à vida, clamou ao rei por ela casa e por sua terra. E disse Geazi: Ó rei, meu senhor, esta é a mulher, e este é seu filho, a quem Eliseu restaurou.

Números 18: 1 - E disse o SENHOR a Arão: Tu e teus filhos, e os de teu pai casa contigo levareis a iniqüidade do santuário; e tu e teus filhos contigo levareis a iniqüidade do vosso sacerdócio.

1 Reis 12:27 - Se esse povo subir para fazer sacrifício no casa do Senhor em Jerusalém, então o coração deste povo se tornará a seu senhor, a Roboão, rei de Judá; e me matarão, e irão novamente a Roboão, rei de Judá.

Deuteronômio 22: 2 - E se teu irmão não estiver perto de ti, ou se tu não o conheceres, então trarás para ti casa, e será contigo até que teu irmão o busque e tu o restituirás a ele.

2 Crônicas 3:12 - E [uma] asa do outro querubim [tinha] cinco côvados, alcançando a parede do casa: e a outra asa [tinha] cinco côvados [também], se juntando à asa do outro querubim.

Jeremias 33:11 - The voice of joy, and the voice of gladness, the voice of the bridegroom, and the voice of the bride, the voice of them that shall say, Praise the LORD of hosts: for the LORD [is] good for his mercy [endureth] for ever: [and] of them that shall bring the sacrifice of praise into the casa of the LORD. For I will cause to return the captivity of the land, as at the first, saith the LORD.

1 Chronicles 22:8 - But the word of the LORD came to me, saying, Thou hast shed blood abundantly, and hast made great wars: thou shalt not build an casa unto my name, because thou hast shed much blood upon the earth in my sight.

Ezekiel 37:16 - Moreover, thou son of man, take thee one stick, and write upon it, For Judah, and for the children of Israel his companions: then take another stick, and write upon it, For Joseph, the stick of Ephraim, and [for] all the casa of Israel his companions:

1 Kings 7:2 - He built also the casa of the forest of Lebanon the length thereof [was] an hundred cubits, and the breadth thereof fifty cubits, and the height thereof thirty cubits, upon four rows of cedar pillars, with cedar beams upon the pillars.

1 Kings 21:29 - Seest thou how Ahab humbleth himself before me? because he humbleth himself before me, I will not bring the evil in his days: [but] in his son's days will I bring the evil upon his casa.

Ezekiel 41:19 - So that the face of a man [was] toward the palm tree on the one side, and the face of a young lion toward the palm tree on the other side: [it was] made through all the casa round about.

Nehemiah 1:6 - Let thine ear now be attentive, and thine eyes open, that thou mayest hear the prayer of thy servant, which I pray before thee now, day and night, for the children of Israel thy servants, and confess the sins of the children of Israel, which we have sinned against thee: both I and my father's casa have sinned.

Job 38:20 - That thou shouldest take it to the bound thereof, and that thou shouldest know the paths [to] the casa thereof?

2 Chronicles 10:16 - And when all Israel [saw] that the king would not hearken unto them, the people answered the king, saying, What portion have we in David? and [we have] none inheritance in the son of Jesse: every man to your tents, O Israel: [and] now, David, see to thine own casa. So all Israel went to their tents.

Isaiah 63:7 - I will mention the lovingkindnesses of the LORD, [and] the praises of the LORD, according to all that the LORD hath bestowed on us, and the great goodness toward the casa of Israel, which he hath bestowed on them according to his mercies, and according to the multitude of his lovingkindnesses.

Psalms 135:20 - Bless the LORD, O casa of Levi: ye that fear the LORD, bless the LORD.

1 Kings 12:16 - So when all Israel saw that the king hearkened not unto them, the people answered the king, saying, What portion have we in David? neither [have we] inheritance in the son of Jesse: to your tents, O Israel: now see to thine own casa, David. So Israel departed unto their tents.

Daniel 5:23 - But hast lifted up thyself against the Lord of heaven and they have brought the vessels of his casa before thee, and thou, and thy lords, thy wives, and thy concubines, have drunk wine in them and thou hast praised the gods of silver, and gold, of brass, iron, wood, and stone, which see not, nor hear, nor know: and the God in whose hand thy breath [is], and whose [are] all thy ways, hast thou not glorified:

2 Samuel 3:19 - And Abner also spake in the ears of Benjamin: and Abner went also to speak in the ears of David in Hebron all that seemed good to Israel, and that seemed good to the whole casa of Benjamin.

Deuteronomy 28:30 - Thou shalt betroth a wife, and another man shall lie with her: thou shalt build an casa, and thou shalt not dwell therein: thou shalt plant a vineyard, and shalt not gather the grapes thereof.

1 Chronicles 29:7 - And gave for the service of the casa of God of gold five thousand talents and ten thousand drams, and of silver ten thousand talents, and of brass eighteen thousand talents, and one hundred thousand talents of iron.


The Old Testament - A Brief Overview

The Bible follows the messianic line to Abraham's son, Isaac, and then to Isaac's son, Jacob who lived around 1900 BC. Jacob was a shrewed and deceitful con man who tricked his brother Esau and lied to his father so he could steal his older brothers birthright. Afraid, Jacob fled to Haran, in Mesopotamia, where his uncle Laban lived, but on the way he met the Lord and saw a vision of a ladder reaching from earth to heaven with angels on it. Jacob had his first encounter with God and the Lord revealed to him the promises He had made to Abraham and how he would be part of those promises, so Jacob began to trust in God and named that place, Bethel, which means, "house of God".

Gen 28:10-19 Now Jacob went out from Beersheba and went toward Haran. So he came to a certain place and stayed there all night, because the sun had set. And he took one of the stones of that place and put it at his head, and he lay down in that place to sleep. Then he dreamed, and behold, a ladder was set up on the earth, and its top reached to heaven and there the angels of God were ascending and descending on it. And behold, the LORD stood above it and said: "I am the LORD God of Abraham your father and the God of Isaac the land on which you lie I will give to you and your descendants.

"Also your descendants shall be as the dust of the earth you shall spread abroad to the west and the east, to the north and the south and in you and in your seed all the families of the earth shall be blessed. "Behold, I am with you and will keep you wherever you go, and will bring you back to this land for I will not leave you until I have done what I have spoken to you."

Then Jacob awoke from his sleep and said, "Surely the LORD is in this place, and I did not know it." And he was afraid and said, "How awesome is this place! This is none other than the house of God, and this is the gate of heaven!" Then Jacob rose early in the morning, and took the stone that he had put at his head, set it up as a pillar, and poured oil on top of it. And he called the name of that place Bethel but the name of that city had been Luz previously."

When he arrived in Haran, his uncle was more shrewed than he was, con-man meets super con-man. Laban tricked him into working for him for 14 years in exchange for a wife. He wanted Rachel, but he got Leah first and then Rachel. Developing the muscle of trust was a long, slow job for Jacob. Jacob had 12 sons and great possessions when he finally returned to Canaan not because he was more shrewd than Laban but because God was with him. God protected Jacob all the way and also prepared his brother Esau's heart so that he was no longer angry. God changed Jacob's name to "Israel." Jacob was next in the Messianic line. His 12 sons became the fathers of the 12 tribes of Israel.


Between Trenton and Princeton

Realizing his men could not hold Trenton against British reinforcements, Washington withdrew across the Delaware. However, on December 30 he crossed back into New Jersey with an army of 2,000. Informed that 8,000 British troops under Generals Charles Cornwallis and James Grant were marching south from Princeton, Washington worked quickly to supplement his numbers, urging militiamen whose terms had expired to stay on for six weeks.

On New Year’s Day, Washington’s force of 5,000 poorly trained men massed in Trenton. The next day Cornwallis arrived with an army 5,500. After skirmishes at the American lines and three attempts to cross the bridge at Assunpink Creek, Cornwallis relented for the day, assuming he had Washington trapped.

That night, Washington deployed 500 men to keep the campfires going while the rest of his troops made a nighttime march north to Princeton. To keep their movement secret, torches were extinguished and wagon wheels muffled in heavy cloth.


History of Tuscaloosa

The site of the future City of Tuscaloosa on the "Fall Line" of the Black Warrior River had long been known to the various Native American tribes whose shifting fortunes brought them to West Alabama.

O Rio

The river shoals at Tuscaloosa represented the southernmost site on the river which could be forded under most conditions. Inevitably, a network of Native American trails converged upon the place, the same network that in the first years of the 19 th century began to lead a few intrepid white frontiersmen to the area. The pace of white settlement increased greatly after the War of 1812, and a small assortment of log cabins soon arose near the large Creek tribe village at the Fall Line of the river.

DeSoto

In honor of the legendary "Black Warrior," a great chief who had had a fateful encounter with explorer Hernando DeSoto centuries before somewhere in Southwest Alabama, the settlers named the place Tuscaloosa (from the Choctaw words "tushka" meaning warrior and "lusa" meaning black). In 1817 Alabama became a territory, and on Dec. 13, 1819 the territorial legislature incorporated the town of Tuscaloosa, exactly one day before Congress admitted Alabama to the Union as a state. Thus, the City of Tuscaloosa is one day older than the State of Alabama.

1826-1850

From 1826 to 1846 Tuscaloosa was the state capital of Alabama. The University of Alabama was established during this period in 1831. These developments, together with the region's growing economy, increased the number of the town's inhabitants to 4,250 by 1845, but after the departure of the capital to Montgomery, population fell to 1,950 in 1850.

Guerra civil

Establishment of the Bryce State Hospital for the Insane in Tuscaloosa in the 1850s helped restore the City's fortunes. During the Civil War Tuscaloosa County furnished about 3,500 men to the Confederate armies. During the last weeks of the War, a Federal raiding party burned the campus of the University. Tuscaloosa shared fully in the South's economic sufferings that followed the defeat.

Crescimento

The construction of a system of locks and dams on the Black Warrior River by the U.S. Army Corps of Engineers in the 1890s opened up an inexpensive link to the Gulf seaport of Mobile, stimulating especially the mining and metallurgical industries of the region.

By the advent of the 20 th century, the growth of The University of Alabama and a strong national economy fueled steady development in Tuscaloosa which continued unabated for 100 years.

The presence in Tuscaloosa of manufacturing plants of such large multinational firms as Michelin Tires, JVC America and Chrysler-Mercedes has established the city as an economic pillar of the global economy.


Judean Pillar Figurines Timeline - History

The first of twin sons born to Rebekah and Isaac. His birth was in 1836 BC according to the Biblical Timeline. When he was born, he comes out very red and hairy. Hence, he was named Esau, which means red. He is also called Edom, which also means red.

Estes artigos são escritos pelos editores da The Amazing Bible Timeline
Veja rapidamente 6.000 anos de Bíblia e história mundial juntos

Formato Circular Único - veja mais em menos espaço.
Aprenda fatos que você não pode aprender apenas lendo a Bíblia
Design atraente ideal para sua casa, escritório, igreja e # 8230

Esau Trades His Birthright for a mess of pottage

Esau was well-known to be a skilled hunter and man of the outdoors. In fact, the most notable mention of him in the Bible involves his hunting endeavors. Esau had been out hunting and came home famished. His brother Jacob was preparing a red bean stew. Esau was so hungry that he came in and demanded some of the stew from his brother. This in fact also attributed to his name Edom.

Jacob, taking full advantage of his brother’s hunger, negotiated with Esau. He wanted Esau to swear to surrender his birthright to Jacob in exchange for his red stew. Esau, who placed little value on his birthright, gave no consideration to the consequences of the bargain and willingly agreed. For this reason, it is said that Esau despised his birthright. This birthright that was the bargaining chip of the brothers consisted of the following:

  • Leadership in worship
  • Headship of the family
  • Double portion of the inheritance
  • Ownership of the covenant blessing that the Lord God promised to Abraham

The account of these events can be read in detail in the Book of Genesis chapter 25:27-34.

At age 40, Esau married Judith, daughter of Beeri the Hittite and Basemath, daughter of Elon the Hittite (Genesis 26:34). Both caused sincere grief to Esau’s parents. Marrying those that were not followers of the one true God was frowned upon. In Genesis chapter 27, Esau did attempt to regain his birthright when his father called him and asked him to prepare him a wild game meal before he pronounced his blessing on his oldest son. When Esau went out to hunt, his mother Rebekah and his brother Jacob conspired to deceive Isaac. Making Isaac believe that he was Esau, Jacob convinced Isaac to pronounce his birthright blessing upon him. Thus Esau’s attempt to regain his birthright failed miserably. In Genesis 28:8-9, Esau later realized how displeased his parents were with his decision to marry Canaanite women and attempted to appease his parents. For this reason, he went to Ishmael, his father’s brother, and obtained permission to marry his cousin Mahalath in addition to the two wives he already had.

Esau Reunited with Jacob

Twenty years after the pronunciation of the birthright on Esau’s brother Jacob was the first time the two brothers met again and eventually paid their final respects to their father. They were friendly and amicable toward each other as you can read in Genesis chapter 33. However, descendants of Jacob, known as the Israelites, and the descendants of Esau, known as the Edomites, were continually at war against each other throughout time. This was foreshadowed in Genesis 25:23 when the Lord told Rebekah that, “Two nations are in your womb and two peoples from within you will be separated: one people will be stronger than the other, and the older will serve the younger.” Esau showed a continual disregard for the Lord God through his disregard for the value of his birthright and his choices of wives. These decisions set the tone for the remainder of his life.

In the Rest of the World

During the time of Esau’s life, Emperor Y u ruled in China. Also, the Intermediate Kingdoms existed in Egypt, Ramman leads in Assyria, the Hittites took over the area that Turkey occupies, and Hammurabi held the position as the first ruler of Babylon.


Arqueólogo acredita ter descoberto a localização da Sodoma bíblica, mas uma coisa permanece um mistério

Após 10 anos de escavações, o arqueólogo Steven Collins, da Trinity Southwest University do Novo México, e sua equipe acreditam ter descoberto a localização da Sodoma Bíblica no Vale do Jordão do Sul, na Jordânia, cerca de 14 quilômetros a nordeste do Mar Morto. No entanto, eles estão lutando para resolver um mistério profundo.

A cidade, com suas paredes maciças, palácios, edifícios administrativos e região agrícola circundante, floresceu e dominou a região por 3.000 anos. Com base nas evidências encontradas no local, cerca de 4.000 anos atrás, toda a área tornou-se repentinamente desabitada por mais de 700 anos. Arqueólogos e cientistas estão tentando descobrir o porquê.

Enquanto escavava no Projeto de Escavação Tall el-Hammam, Collins estudou extensivamente os relatos de Sodoma, explicando a Arqueologia Popular, “Tall el-Hammam parecia corresponder a todos os critérios de Sodoma exigidos pelo texto.”

Sabemos muito pouco sobre a Idade do Bronze no sul do Vale do Rio Jordão. A maioria dos mapas arqueológicos da área estava em branco. Mas o que encontramos é uma importante cidade-estado, que era desconhecido antes do início do nosso projeto ”, disse ele.

“Tall el-Hammam corresponde à descrição da área onde Sodoma estava localizada, de acordo com a Bíblia. Dizia-se que era a maior cidade a leste de Kikkar. Quando exploramos a região, Tall el-Hammam foi uma escolha óbvia, pois era cinco a dez vezes maior do que as outras cidades da Idade do Bronze na região, mesmo aquelas localizadas além da Jordânia. & # 8221

Uma das características de Sodoma mencionadas na Bíblia é a incrível riqueza da área. Ló, sobrinho de Abraão que escapou de Sodoma quando ela foi destruída, escolheu o Vale do Jordão para esta característica particular (Gênesis 13:10). A área de Tall el-Hammam se encaixa bem nessa descrição. As fazendas da área aproveitaram a inundação anual do rio Jordão, plantando no rico lodo recém-depositado à medida que as águas da enchente baixavam.

Sodoma também foi mencionada na Bíblia como homossexual. Collins oferece uma teoria para vincular suas descobertas a esse aspecto da narrativa bíblica, incluindo evidências arqueológicas que indicam que a homossexualidade era uma parte aceita da cultura Tall el-Hammam.

& # 8220É bastante grande e tem um portão com pilares através do qual se entra na cidade, & # 8221 explicou Collins. & # 8220Tal arquitetura com pilares é mais Egeu do que Cananita ou Levantina, o que sugere uma conexão com o mundo dos minoanos e micênicos. & # 8221

Muitos dos motivos arquitetônicos e artísticos encontrados em Tall el-Hammam fortalecem essa conexão cultural. De acordo com Collins, há prova documentada de que o Creat Minoans praticava a homossexualidade como parte de sua cultura. Com base em evidências que indicam a forte ligação cultural entre os Creat Minoans com Tall el-Hammam, é provável que eles também tenham adotado essa prática.

Mar Morto, Israel. (Foto: xta11 / Wiki Commons)

O local é adjacente ao Mar Morto, que possui 34% de salinidade. Esta característica única cobre as rochas em sua costa com espessas camadas de sal. Isso é consistente com o relato bíblico, que descreve a esposa de Ló se transformando em uma estátua de sal.

Em algum momento entre 2000-1540 aC, a cidade e a área circundante tornaram-se desabitadas. Os testes iniciais mostram que nenhuma vida existiu naquela área por cerca de 700 anos, mas a equipe arqueológica não encontrou nenhuma evidência para esta desolação súbita e duradoura.

Pistas para esse mistério também podem ser encontradas na narrativa bíblica. A destruição de Sodoma é descrita como Deus fazendo chover enxofre ardente ou, em outras traduções, fogo e enxofre (Gênesis 19:24). No local Tall, uma camada de cinzas foi descoberta e os restos de um palácio estão manchados de vermelho pela queima. Além disso, os fragmentos de cerâmica exibem sinais de exposição a temperaturas extremamente altas. Normalmente, a evidência de fogo em tais locais é o resultado de uma ação militar, no entanto, uma conquista militar normalmente seria seguida por uma ocupação e certamente não seria responsável por 700 anos de desolação.

Collins oferece sua própria teoria de natureza notavelmente bíblica. De acordo com Collins, uma enorme explosão sobre a cidade, como a causada por um enorme meteoro, seria responsável por todas as evidências. Ele o descreve como uma “explosão de ar”. Por mais fantástico que pareça, uma ocorrência semelhante foi documentada na Mesopotâmia por volta de 2.200 aC e considerada como responsável pela ruptura dessa civilização.

O Projeto de Escavação Tall el-Hammam é um exemplo de como os cientistas estão usando com sucesso a Bíblia como uma fonte autorizada para aprender mais sobre o mundo ao nosso redor. No caso de Sodoma, Steven Collins descobriu que o que a maioria das pessoas entende como um mito bíblico era realmente preciso das maneiras mais surpreendentes.


HIstorical Timeline

The following time line is provided a perspective on the events affecting Christianity and Judaism. A general idea of the “whom, when and where” of the development of Christianity – affords us a greater understanding of world events and how the movement evolved. We have provided only the most central figures of Christianity, and of Judaism for this time period. It should be noted that this is not an exhaustive list.

Julius Ceasar assassinated

41 Marc Antony names Herod the Great king of Judea

29 Octavian, nephew of Julius Caesar conferred the title of Augustus by the Senate

Schools of Hillel and Shammai founded

19 Herod begins to rebuild the Temple

Jesus and John the Baptist born. Herod dies

10 Hillel (founder of the Pharisee School of Hillel) dies succeeded by his son Shimon.

Augustus dies Tiberius succeeds him as emperor.

Pontius Pilate becomes Procurator of Judea.

John the Baptist and Jesus begin their ministries

70 Destruction of Second Temple in Jerusalem

132-135 Bar Kochba proclaimed Messiah by Jewish leaders and revolt forms against Roman rule. Last vestiges of Jewish self-rule eliminated by the Romans as the rebellion is crushed

325 Council of Nicea meets to codify Christian doctrines in response to growing heresies--Jewish bishops are specifically excluded from the meeting. Doctrine of the Trinity formally acknowledged

333 Christian Jews ordered by Constantine to abandon all ties to Judaism or be killed

337 Christianity becomes the official state religion of Rome. Constantine finally receives baptism as a Christian

425 The Jewish Sanhedrin in Tiberius abolished for good by the Romans, acting under Catholic pressure.

613 Jews refusing Christian baptism are ordered out of Spain

Mohammad begins the Koran

638 Jerusalem captured by Moslems

787 Second Council of Nicea approves of statues in churches, and their veneration

1095 The first of eventually seven crusades begin in the Holy Land at the behest of Pope Urban II

1263 Rabbi Moshe Ben Nachmon wins a theological debate in Barcelona over Catholic scholars and is driven out of Spain. Jews thereafter, while forced into theological debates, are restricted in the way they may present arguments

1290 The Jews are expelled from England by Edward "Longshanks" (the evil king in Braveheart)

1456 Guttenberg Bible printed

1478 Spanish Inquisition begun by King Ferdinand and Queen Isabella, resulting in the deaths of tens of thousands, including Jews

1492 The Jews are expelled from Spain

1562 Pope Gregory introduces his famed calendar, changing the New Year from April 1 to January 1

1604 King James of England (actually a Scot) commissions his namesake Bible to be printed


Christ’s Birth

The Old Testament books of the Bible contain many prophecies that speak of the coming Messiah or savior of the world. Originally the Old Testament books were written for the Hebrew or Jewish people. They claimed that a Messiah would be born who would ultimately come into the world and save the Jewish people from their enemies while establishing a new era of greatness for the Jewish people.

At the time of Jesus’ birth, Judea was under the control of Rome and many people expected the Messiah to return to liberate them from their tyranny. There are some key Old Testament prophecies such Genesis and Isaiah. In Genesis, God says that the serpent will bruise the heel of a child and that the child would crush his head. The prophet Isaiah states “for unto us a child is born, unto us a son is given.” These are primary examples of the many Old Testament prophecies that foreshadowed the coming of Christ.

Estes artigos são escritos pelos editores da The Amazing Bible Timeline
Veja rapidamente 6.000 anos de Bíblia e história mundial juntos

Formato Circular Único - veja mais em menos espaço.
Aprenda fatos that you can’t learn just from reading the bible
Design atraente ideal para sua casa, escritório, igreja e # 8230

Importance of Genealogies

At the beginning of the New Testament Books Matthew and Luke, there is a series of genealogies that outline the family line of Jesus. The genealogy lists show that Jesus‘ parents Joseph and Mary were descendants of Abraham and Adam and that he had a legitimate claim to the throne of Israel. The list also shows that he has a spiritual and legal claim as well. Jesus was able to lay claim to the throne of David by the adoption of Joseph as a son.

God had cursed a former Jewish king named Jeconiah and told him that none of his descendants would ever sit on the throne of Israel again but he also told King David that his royal line would forever rule on the throne of Israel. God remedied this problem through Christ. Jesus was not the biological son of Joseph which would mean that he would gain his legal right to the throne by being adopted and when he was adopted he could then legally claim to be king.

Romans states that for by one man sin has entered into the world but all are made righteous through Christ. The genealogies also point out how Christ birth has ushered in a new era of salvation that would break the power of sin. The hereditary lists also point out that Jesus was the expected Messiah.

The Virgin Birth An angel appears to a virgin woman named Mary who was engaged to married to a man named Joseph. The angel tells Mary that she was going to have a son that was to be born from the Holy Spirit. Her son would be the chosen Messiah of the world. Mary has a hard time accepting this message and she eventually finds out that cousin Elizabeth has a son named John who was also born under supernatural circumstances. After her visit with Elizabeth, she is convinced about what the angel is saying and returns home. Joseph was going to cancel his engagement to her, but an angel appeared to him and told him to follow through the wedding. Joseph listened to the angel and Christ became his legal son.

Herod and the Magi

King Herod was in charge of Jerusalem at the time of Jesus’ birth. He had close ties to Rome and as long as he paid tribute to the empire they allowed him to govern as he pleased. Rome had also sent a governor to Judea at the time to ensure that the people would constantly be reminded of their presence.

During the reign of King Herod, there were Magi who came from the east after seeing the Star of David appear in the sky over Jerusalem. These men were ancient astronomers who knew of the ancient Jewish prophecies of the coming Messiah. After seeing the star, they gathered gifts and traveled to Jerusalem.

When they arrived they visited King Herod before finding Jesus. They told Herod that the Messiah would be born and that he was going to be a king. Herod pretended to like their good news, but he really wanted to know where the child was located so he could kill it. The Wise Men said that they would return, but they were warned by an angel not to go back to the palace of Herod. After they found Christ in Bethlehem they presented Joseph, Mary and the baby Jesus with the gifts.

The Slaughtering of the Innocents

Herod was outraged that the Wise Men had left the country without telling him where the child was located. So he decided to kill all of the male children that were 2 years old and younger. Many historians claim that there was not any historical record to validate this act, but no one can prove with clarity that this act did not happen. Joseph was warned by an angel to take Jesus and Mary to Egypt and hide out there until King Herod had passed away.

After the king had died, Joseph and his family returned how to Jerusalem. These facts about Jesus’ birth are very fascinating and the early days of Christ’s life is an epic tale full of drama and adventure. Jesus’ impact on the world is so significant because each generation that is born into the world has to decide if he is the savior of all people or just a madman who made some pretty far-fetched claims during his lifetime.


Assista o vídeo: Bloco Sobre estacas (Dezembro 2021).