A história

Quando as legislaturas fazem leis ruins

Quando as legislaturas fazem leis ruins


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O referendo é um procedimento democrático direto por meio do qual as propostas de legislação são submetidas ao eleitorado para aprovação. As propostas de referendo podem originar-se do processo de iniciativa ou de uma legislatura. Existem três tipos básicos de referendos:

  • Petição Referendo. Um referendo por petição segue o processo de iniciativa em que um número estatutário de assinaturas é coletado a fim de qualificar a medida para a votação. Os eleitores então decidem o destino da medida.
  • Referendo opcional. O referendo opcional é o meio para uma legislatura submeter uma questão controversa (por exemplo, um novo imposto) ao eleitorado para votação.
  • Referendo constitucional (ou estatutário). Alguns estados e localidades exigir que certos tipos de medidas (freqüentemente emendas constitucionais, medidas de obrigações e alguns tipos de impostos) sejam submetidos ao eleitorado em um referendo. Essas medidas geralmente requerem mais do que uma maioria simples para serem aprovadas.

Em 1898, Dakota do Sul se tornou o primeiro estado a fornecer referendos opcionais e de petição. Uma forma ou outra desse processo é usada hoje em muitos estados do meio-oeste e oeste, e em várias cidades e governos locais. Não há provisão para o uso de referendos para a legislação federal.


O referendo, junto com a iniciativa e o recall, ganhou a atenção do público por causa das plataformas do Partido Populista da década de 1890 e foram apresentados como meio de estimular um governo irresponsável.


Assista o vídeo: Como funciona a aprovação de Leis em Brasilia (Junho 2022).