Geografia

História e economia da Região Sudeste (continuação)

História e economia da Região Sudeste (continuação)


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Industrialização

Com número elevado de mão de obra e dinheiro em caixa, devido ao lucro da cafeicultura, a Região Sudeste logo se tornou a área mais industrializada e de maior concentração de população do país.


Centro de São Paulo (vista aérea) - maior concentração de população do país


Região Sudeste - a mais industrializada do país

A construção da Rodovia Anchieta e a existência da Estrada de Ferro Santos - Jundiaí, que já em 1938 ligava São Paulo ao Porto de Santos, agilizou as importações e exportações.


Rodovia Anchieta, inaugurada em 1947


Rodovia Anchieta, dias atuais

Atualmente, o Porto de Santos é o maior porto do país.


Imagem aérea do Porto de Santos

Ao longo dessas importantes vias, surgiu o chamado o ABCD paulista. A sigla vem das quatro cidades que originalmente formavam a região, sendo: Santo André (A), São Bernardo do Campo (B), São Caetano do Sul (C) e Diadema (D). Atualmente é chamado de Região do Grande ABC.


Mapa dos municípios da Região do Grande ABC

As indústrias instaladas nas três maiores cidades do país, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, são bastante diversificadas. Como em várias outras cidades da Região Sudeste, fabricam alimentos, aviões, equipamentos elétricos, eletrônicos, navios, automóveis, etc.


Indústrias automobilísticas na Região Sudeste do Brasil


O Estado do Espírito Santo é o segundo maior produtor nacional de petróleo